«

»

set 25 2017

A DECADÊNCIA DA TAM (LATAM)

CARLOS MARCHI

Incrível como a Tam foi canibalizada pela Latam em tão pouco tempo.

Cobrança absurda por malas (a mala é a extensão natural do passageiro; como viajar sem mala?), cobrança pelos melhores assentos, cobrança por lanches, aviões velhos, falta de atenção aos passageiros.

Sexta fui para Recife num voo que saiu às 11h30. Três horas de voo. Hora de almoço, passageiros com fome, pois?

Pois. E ainda tem mais.

A Latam oferece um lanche. Oferece, não! VENDE. Como você só paga com cartão, demora uma eternidade.

Na bolsa do assento, uma revistinha oferece um cardápio de sandubas. Mas não tem nenhum deles no carrinho, explica constrangido o comissário. Só tem uma bosta de uma batatinha. Vendida.

E você, filho de uma égua que está voando Latam, que se dane de fome. Batatinha e suco em vez de comida.

Três horas pra você virar faquir.

Hoje voltei pela Avianca. Show de bola. Avião estalando de novo. Não cobra por mala. Um belo lanche. Comissários atentos.

Bye-bye, Latam. Ciao, querida. Eu agora vou de Avianca.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*