«

»

out 16 2015

AVALIAÇÃO INTERNACIONAL DO BRASIL CAI MAIS AINDA

Enquanto não se decide o destino da presidente Dilma Rousseff e do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, o Brasil vai ladeira abaixo.

Agora, vemos que a agência de classificação de risco Fitch rebaixou a nota do Brasil de BBB para BBB-, ainda dentro do grau de investimento, mas com perspectiva negativa.

Essa nota (BBB-) é a última do grau de investimento. Se o país for rebaixado mais uma vez, cai para a categoria de investimento de risco (a partir de BB+).

A decisão reflete a turbulência política, o crescimento do peso da dívida brasileira, o aumento dos desafios para consolidação fiscal e a piora do cenário econômico, de acordo com o relatório da agência.

A perspectiva negativa deve persistir enquanto a incerteza política continuar pesando sobre a confiança.

O rebaixamento atrasa a recuperação do investimento e do crescimento e aumenta os riscos para a consolidação de um Orçamento a médio prazo, necessário para a estabilização da dívida.

“O impacto da recessão maior que previsto sobre as receitas do governo, dificuldade na implantação de medidas e um pano de fundo político complicado minaram a estratégia de consolidação fiscal do governo”, analisa a agência.

A Fitch prevê que a economia do Brasil deverá se contrair 3% em 2015 e 1% no ano seguinte, projetando que em 2017 deverá haver um “crescimento modesto”.

A agência estima que o déficit do governo brasileiro se agrave e chegue perto de 9% do Produto Interno Bruto (PIB) ainda em 2015.

No dia 9 de setembro, a agência Standard&Poor’s retirou o grau de investimento do Brasil, ao reduzir a nota de crédito do país de BBB- para BB+. A agência também colocou o país em perspectiva negativa, o que significa que há chance de nova revisão para baixo no futuro.

O grau de investimento é conferido a países considerados bons pagadores e seguros para investir. O Brasil está gradativamente perdendo esta condição, enquanto o impasse político interno se prolonga indefinidamente.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*