«

»

abr 06 2021

Boticário estende licença parental aos 12 mil funcionários da empresa

 

O Grupo Boticário anunciou que estenderá a licença parental de quatro meses para todos os 12 mil colaboradores da empresa a partir do segundo semestre.

O benefício também abrangerá homens, casais homoafetivos e pais de filhos não-consanguíneos, além das mulheres, que já têm a licença de até 180 dias.

“Acreditamos que uma licença mais equânime é caminho certo. Ela é a nossa contribuição para ajudar a romper as barreiras e os estigmas de gênero, transformando o olhar da sociedade. É também uma contribuição importante para a relação de afeto que se estabelece na chegada de um filho. Como empresa, entendemos que todos têm a direito à mesma quantidade de tempo para criar esses laços independente de seu modelo familiar”, afirma Artur Grynbaum, vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário.

Até então, a empresa oferecia aos colaboradores que se tornavam pais 20 dias de licença paternidade – a lei prevê cinco. Com o novo passo, Grynbaum diz que o grupo pretende abordar a parentalidade de forma mais equânime e ajudar a reforçar o caráter de corresponsabilidade na formação das famílias.

Para a empresa, a extensão da licença parental é mais um passo do Grupo Boticário para ser um ambiente mais diverso e equânime.

A licença parental estendida para pais tem se tornado popular em empresas de diversos portes, como Google, Loft e Diageo. Apesar disso, estima-se que apenas 1%  ofereçam o benefício atualmente.

Sobre equidade de gênero e raça, outra ação importante no calendário do Boticário é a reserva de 50% da força de trabalho e 25% dos cargos de liderança a pessoas negras até 2023, e pelo menos 50% da diretoria formada por mulheres até 2025.

Com informações de agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*