«

»

set 26 2013

Brasileiro tem graves prejuízos com a greve dos bancários

RENATO RIELLA

Os bancos estão fechados em diversas capitais e os chamados contribuintes pagam um preço caríssimo, pois a Receita Federal não perdoa quem atrasa pagamento de impostos. Vem aí o dia 30 e, se as agências não abrirem, muitos empresários terão sérios prejuízos.

Para completar, a greve dos Correios tem atrasado a entrega de correspondências diversas, como contas e outras comunicações relacionadas com o pagamento de serviços. As famílias e as empresas estão sendo muito prejudicadas com tudo isso. E o governo não está nem aí.

O Comando Nacional dos Bancários divulgou que 10.024 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados, em todo o país, não abriram as portas para atendimento ao público ontem, sétimo dia da greve iniciada no último dia 19; inclusive com paralisação de setores estratégicos, como call centers.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), braço sindical dos banqueiros, não tem se manifestado sobre a paralisação e nem em relação ao posicionamento dos patrões sobre a possível retomada das negociações.

A proposta da Fenaban, de reajuste 6,1%, que repõe apenas a inflação dos últimos 12 meses, foi apresentada no dia 5 de setembro e rejeitada pelos bancários em assembleias no dia 12, em todo o país. Os trabalhadores reivindicam 11,93%, soma da inflação mais 5% de ganho real, além de benefícios sociais.

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*