«

»

jul 31 2018

Campo tem menos empregos e mais agrotóxicos, diz IBGE

O número de trabalhadores no campo diminuiu e mais produtores rurais estão utilizando agrotóxicos. Os dados são da comparação entre os Censos Agropecuários de 2006 e 2017, do IBGE. Os números doCenso de 2017 começaram a ser divulgados pelo IBGE, mas são preliminares e poderão ser revisados.

Hoje, o Brasil tem 15.036.978 pessoas trabalhando em atividades agropecuárias, um número 9,2% menor na comparação com 2006. Ou seja, foram eliminados cerca 1,5 milhão de empregos. A mecanização aumentou no campo. O número de tratores registrados em propriedades rurais aumentou 49,7% no período e chegou a 1,22 milhão de unidades.

Aumentou, também, o número de propriedades rurais que usam agrotóxicos. Das 5.072.152 propriedades rurais existentes no país, 33% utilizam os produtos agroquímicos — um aumento de 20,4% em relação a 2006.

Das 5.072.152 propriedades rurais existentes no país, cerca de metade delas têm 10 hectares ou menos. Este grupo de pequenas propriedades detêm 2,28% da área total destinada a estabelecimentos agropecuários.Enquanto isso, existem 50.865 propriedades rurais, cerca de 1% do total, que confinam dentro de suas cercas 47,52% de todas as terras utilizadas para a agropecuária.

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Gilmar Mauro acredita que os dados mostram um país com renda e terras “altamente concentrada” e que continua a “aumentar o processo de concentração de riquezas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*