«

»

set 12 2013

COMO JOAQUIM BARBOSA REAGIRÁ QUANDO A PIZZA FOR APROVADA?

RENATO RIELLA

Neste momento, às 15h30 da quinta, dia 12 de setembro, é dado como certo que o Supremo Tribunal Federal vai aceitar o recurso de embargo infringente, que livrará réus condenados como José Dirceu, José Genoíno e até Marcos Valério de irem para a prisão.

O placar de votação está empatado em 5×5. Falta ainda o voto do ministro Celso de Mello, o decano do STF (o mais antigo), que já assumiu posicionamentos anteriores muito firmes no sentido de aceitação do embargo infringente.

A expectativa, agora, está relacionada com a reação do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que há cerca de oito anos está debruçado sobre este processo que abrange os mensaleiros do PT.

Joaquim Barbosa, como relator, fez acusações duríssimas contra os 37 réus, garantindo a prisão dos mais importantes deles, num momento em que o STF tinha outra composição.

Com a aceitação do embargo infringente, além de se retardar por tempo imprevisível o desfecho do caso, ainda haverá o rejulgamento dos réus por um colegiado novo, pois diversos ministros foram substituídos por aposentadoria. Assim, a absolvição será possível, sem contar a prescrição de algumas penas, pela demora de concluir o processo.

Ficamos, portanto, todos de olho no desabafo de Joaquim Barbosa. Ou será que ele demonstrará um fair-play de elevadíssima frieza, simplesmente batendo o martelo e aceitando a decisão contestada pelas ruas? (Ouça ao fundo a musiquinha de suspense)

Joaquim

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*