«

»

jun 15 2013

COPA PARA QUEM? – UMA PERGUNTA QUE NINGUÉM QUER RESPONDER

RENATO RIELLA

Durante meses, o Brasil questionou: “Imagine na Copa”. E ninguém se preocupou em dar respostas sobre a situação dos aeroportos, as estradas em péssimo estado, o acesso ruim aos estádios, o sistema de saúde cada vez pior, a falta de segurança nas cidades…

A pergunta agora é: “Copa para quem?” E ninguém vai se preocupar em dar resposta a um movimento que surge nas ruas, mas se fortalece na cabeça das pessoas.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, apresenta zero de carisma e de fama. Tenta falar, mas sua voz tem alcance quase nenhum. O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, só perde no Brasil em matéria de imagem ruim para o especulador Eike Batista.

Marin, além do mais, vive preocupado, porque dois meses antes da Copa haverá eleição na CBF que ele preside. Neste momento, forma-se no Brasil, em 26 estados e no DF, um aliciamento de votos dos presidentes de federações de futebol que vai movimentar na clandestinidade muitos milhões. Esta eleição da CBF certamente vai gerar grande escândalo nas vésperas da Copa de 2014 – para completar o quadro.

Por seu lado, os governadores que construíram estádios querem ficar longe de discussão sobre a Copa, porque evitam ser questionados sobre o custo elevadíssimo das suas construções.

Sobrou quem para responder à pergunta “Copa para quem?”

Sobrou só a presidente Dilma Rousseff, que não percebeu a importância de ocupar este espaço e vive preocupada em falar sobre Pibinho, taxa de juros e outros temas que não são absorvidos pelo povo.

Dilma está tão mal orientada que, respondendo à oposição, no que se refere à economia brasileira, fez referência ao “Velho do Restelo”, um personagem pessimista de Camões que ninguém conhece. Para ser sincero, sou devorador de poesia, mas nunca tinha ouvido falar nesta coisa velha de Restelo.

Dilma precisa citar Renato Russo, Chico Buarque, Lulu Santos, Raul Seixas e até mesmo Titãs, para ser entendida pelo povo. (Polícia para quem precisa de polícia – Titãs)

Com o Velho do Restelo ela se comunica apenas com dez ou vinte velhinhos de academia no Brasil. Mas será que alguém tem coragem de dizer isso à presidenta?

O Brasil espera que Dilma aceite o desafio e diga a cada um de nós o que ganharemos com a Copa do Mundo, que custará cerca de R$ 100 bilhões. Caso contrário, esta pergunta continuará sangrando nas ruas nos próximos meses. E talvez nem o Felipão salve o governo da crise política.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*