«

»

mar 27 2014

CPI da Petrobras no Senado agora só depende de Renan Calheiros

Com assinatura de 28 senadores (o número mínimo seria 27), a CPI da Petrobras poderá ser instalada no Senado, dependendo agora somente das providências a serem tomadas pelo presidente, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Sobre isso, ele falou hoje: “É evidente que uma CPI em ano eleitoral mais atrapalha do que facilita a vida do Brasil, mas agora não há mais o que fazer. Temos o requerimento, o fato determinado, o pedido de um número de membros da própria comissão, então vamos marcar a data, fazer a conferência dos nomes e a leitura dos nomes e instalar a comissão”.

Mesmo reiterando sua desaprovação em relação à ideia de criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) no Senado para investigar a Petrobras, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que pretende consultar ainda hoje (27) os líderes dos partidos sobre o encaminhamento do requerimento protocolado nesta manhã pela oposição.

Sobre a possibilidade de criar uma comissão mista de senadores e deputados, Renan disse apenas que é difícil avaliar o que seria melhor, porque CPI é sempre uma investigação política. “Não sei se não vamos ter duas, três CPIs. O que há de concreto é o pedido de investigação que nós temos na Mesa do Senado”, disse.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*