«

»

ago 30 2019

DESEMPREGO CAI DE NOVO E OS INIMIGOS DO BRASIL VÃO TENTAR O SUICÍDIO

A recuperação da economia brasileira, confirmada em diversos índices nas últimas semanas, se fortalece com a queda persistente do desemprego.

Os brasileiros que estão sabotando o progresso do País vão entrar em pânico hoje, perdendo o discurso de fracasso.

Deviam ter confiado nas minhas previsões corajosas publicadas desde janeiro, mas preferiram sempre dizer que sou de direita – sem argumentos.

A taxa de desemprego do país recuou para 11,8% no trimestre finalizado em julho deste ano.

Um setor que está reagindo bem é o da construção civil, que começa a contratar gente.

 

E VÊM AÍ AS CONTRATAÇÕES DE NATAL

Neste segundo semestre, tradicionalmente, temos resultados melhores. A partir de outubro, as chamadas contratações de fim de ano (Natal) podem incrementar ainda mais o emprego.

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada hoje (30), no Rio de Janeiro, pelo IBGE, a taxa de desemprego é inferior aos 12,5% do trimestre encerrado em abril deste ano.

Como comparação, era de 12,3% em julho de 2018.

A população desocupada ficou em 12,6 milhões de pessoas no trimestre finalizado em julho, 4,6% abaixo do trimestre encerrado em abril (menos 609 mil pessoas).

O número de desempregados ainda é desesperador, mas o Brasil está reagindo.

MAIOR ÍNDICE DA POPULAÇÃO OCUPADA

A população ocupada ficou em 93,6 milhões de pessoas no segundo trimestre deste ano.

Chegou ao maior número da série histórica, iniciada em 2012.

O contingente da população ocupada é 1,3% maior (mais 1.219 mil pessoas) do que em relação ao trimestre encerrado em abril e 2,4% superior (mais 2.218 mil pessoas) do que o trimestre encerrado em julho do ano passado.

Todos os que torcem para o desmoronamento do Brasil vão tentar o suicídio depois deste resultado otimista da nossa economia.

Os empreendedores cansaram de confiar nas previsões negras. Xô, urubus!

(RENATO RIELLA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*