«

»

out 20 2014

DESMATAMENTO DA AMAZÔNIA AUMENTA E EXPLICA A SECA

Quando faltar água em São Paulo; quando a nascente do Rio São Francisco secar; e quando a estiagem em Brasília se estender até outubro, não deixe de lembrar que o desmatamento da Amazônia aumentou 191% em agosto e setembro de 2014, em relação ao mesmo bimestre de 2013.

É o que mostra levantamento do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), de Belém. Em termos absolutos, a alta foi de 103 km²  para 838 km², informa o portal G1.

O levantamento é paralelo ao realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que utiliza o sistema Deter. O mecanismo do Inpe analisa a degradação (desmatamento parcial) e o corte raso (desmatamento total) da floresta nos estados que possuem vegetação amazônica (todos os da Região Norte, além de Mato Grosso e parte do Maranhão).

O levantamento mais recente do Deter foi divulgado em setembro, com números referentes aos meses de junho e julho, e já indicava aumento de 195% no desmatamento na comparação entre os dois meses de 2013 e 2014. Os dados da instituição federal são utilizados pelo Ministério do Meio Ambiente para controlar a devastação do bioma.

Segundo o Imazon, foram monitorados 93% da área florestal na Amazônia Legal. Em 2013, o monitoramento cobriu uma área de 79%.

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*