«

»

maio 25 2015

DF É EXCEÇÃO NO BRASIL EM MATÉRIA DE EXCESSO DE ÁGUA

O Distrito Federal não sofre da falta d’água que atinge estados como São Paulo. As cortinas d’água que cobrem as paredes das Barragens do Torto, de Santa Maria e do Descoberto são a melhor garantia de que a estiagem iminente não vai comprometer o abastecimento dos brasilienses.

Os três reservatórios mais importantes da cidade, que juntos respondem por 87% da água distribuída nas torneiras do Distrito Federal, só devem ter novas recargas ao fim da estação seca, quando voltarão as chuvas significativas.

Neste ano, o reservatório do Torto chegou a atingir 25 centímetros acima da capacidade máxima de armazenamento; em Santa Maria, foram 12, e no Descoberto, 15.

Mesmo em situação cômoda, a ampliação dos sistemas de abastecimento é outro ponto que tem recebido prioridade no DF.

Até 2018, deve começar a retirada de água do Lago Paranoá, que atenderá a 600 mil pessoas.

Também estão previstas para os próximos anos as inaugurações dos sistemas do Bananal e de Corumbá IV, em parceria com o governo de Goiás.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*