«

»

jun 15 2013

FACEBOOK FAZ DENÚNCIA CONTRA LULINHA E NINGUÉM RESPONDE

 RENATO RIELLA 

O PT e os governos petistas ainda ocupam mal as redes sociais. São iniciantes nisso. E o Brasil está se mexendo a partir delas. As empresas bem sucedidas já têm suas páginas e respondem rapidamente a críticas postadas por pessoas comuns. Mas o PT, não!

 Diante disso, é assustador ver que ninguém ligado ao PT ou ao ex-presidente Lula reagiu até agora contra um possível boato que domina o submundo das redes sociais e chega a todo o Brasil como verdade.

 Hoje mesmo essa especulação está em destaque no Facebook, sendo amplamente compartilhada.

 A “informação” fala do Gulfstream GIII, um dos mais modernos aviões executivos do mundo. Vejam só o que anda circulando por aí, entre aspas:

 “E sabem de quem ele é? Do filho do pai do mensalão, aquele que tem um irmão lambari que vendia informações do governo, e o filho era um vigilante no Jardim Botânico em SP. Hoje eles têm este brinquedinho para curtir a vida adoidado, enquanto o brasileiro trabalha adoidado para sustentá-los”.

E prossegue o material agressivo do Facebook:

“Enquanto os brasileiros se iludem com as bolsas da vida, esse é o brinquedinho do filho do todo poderoso, é o avião do Sr. Lulinha, em uma passagem pelo Caribe. Brinquedinho de US$50.000.000,00 (cinquenta milhões de dólares). Quem tem “sorte nos negócios” não precisa de empurrão. Compartilhem, vamos acordar, Brasil, pois se não em pouco tempo estaremos vivendo no comunismo, assim como a nossa vizinha Venezuela”.

Isso não sai em jornal, mas o Facebook é muito mais influente hoje do que a imprensa. Só que os petistas ainda ignoram isso.

É preciso esclarecer essa questão, nem que seja para confirmar a compra do avião de 50 milhões de dólares.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*