«

»

mar 12 2018

Famílias passam madrugada na fila por atendimento em hospital infantil

hmib

Famílias que procuraram atendimento no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), na Asa Sul, reclamaram da longa espera na manhã de hoje(12). Pais de algumas crianças aguardaram toda a madrugada sem saber se conseguiriam atendê-las – em alguns casos, as famílias foram à unidade após não terem encontrado médicos disponíveis em outros hospitais da rede pública do DF.

Mesmos casos urgentes ficaram sem atendimento durante horas. O vidraceiro Renato Melo virou a noite no hospital sem saber se o filho, com 39 dias de vida, conseguiria atendimento. Ele relatou que o bebê deu entrada na unidade à 1h30 com engasgos e febre alta. Até às 9h30, nenhum médico havia atendido a criança.

“É um descaso muito grande. E não dão orientação nenhuma. Não dizem qual hospital temos de procurar nem o que fazer com a criança. Não vou embora daqui até meu filho ser atendido. Se ele engasgar em casa, o que eu vou fazer?”, questionou.

Segundo familiares, os recepcionistas disseram que só haveria atendimento para casos de emergência. No caso do bebê de Renato, a triagem o colocou na classificação de risco “amarela”, uma posição abaixo do que demandaria emergencial.

Em nota da Secretaria de Saúde do Distrito Federal a direção do Hmib alegou “alta demanda no pronto-socorro durante o fim de semana”. A pasta também disse que o atendimento “não deixou de ser feito por falta de médicos”, mas porque “a demanda foi maior que a capacidade física instalada”. O Hmib, segundo a secretaria, dispõe de 50 leitos de internação, 20 deles no pronto-socorro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*