«

»

dez 06

Fernando Pimentel vira réu, mas continua no cargo

pimentel

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, decidiu hoje (6) tornar réu o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) (foto), por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Todos os ministros da Corte Especial presentes no julgamento, porém, votaram por mantê-lo no cargo. A análise do caso começou na semana passada, com o  voto do relator, ministro Herman Benjamin, seguido pelo ministro Jorge Mussi.

Hoje, votaram com o relator, além de Og, os ministros Luís Felipe Salomão, Mauro Campbell Marques, Benedito Gonçalves, Raul Araújo, Nancy Andrighi, Humberto Martins e Maria Thereza Moura.

Apesar da decisão, a Corte entendeu não haver necessidade de afastar Pimentel do cargo de governador, por não ver, por agora, elementos que justifiquem essa providência.

A denúncia é decorrente da Operação Acrônimo e apura suposta participação de Pimentel em um esquema de corrupção e favorecimento ilícito de empresas entre 2012 e 2014, quando ocupava o cargo de ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*