«

»

mar 30 2016

FUTEBOL CORRUPTO BRASILEIRO NÃO MERECE QUE A GENTE TORÇA PELA SELEÇÃO

2015-06-27t225446z_1565142946_tb3eb6r1rn0oy_rtrmadp_3_soccer-copa-m22O futebol brasileiro, tal como o Brasil, precisa chegar ao fundo do poço para se reinventar e para se salvar. É pouco o castigo dos 7×1 da Alemanha, diante das nossas monstruosidades.

Assim, pela primeira vez na história, vemos a Seleção Brasileira à beira de não conseguir se classificar para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A desclassificação pode parecer uma tragédia, mas só assim conseguiremos comoção suficiente para banir os bandidos que comandam, há décadas, a Confederação Brasileira de Futebol e as federações regionais, assim como muitos dos principais clubes.

O Brasil teve um empate ridículo de 2×2 com o Paraguai, nesta terça, depois de estar perdendo de 2×0. Encontra-se na sexta colocação nas Eliminatórias, podendo mesmo ficar fora da Copa, pois há apenas quatro vagas.

Foi sintomático ver, na transmissão da Rede Globo, o relato do respeitado comentarista Arnaldo Cesar Coelho. Ele ouviu do novo presidente da Fifa, Giani Infantino, a revelação de que não visitará o Brasil porque a CBF não merece este tipo de prestígio.

Sufocado por acusações, o presidente da nossa Confederação, Marco Del Nero, está licenciado do cargo. Na verdade, teme viajar pelo mundo, pois pode ser preso a qualquer momento pela Interpol.

Quem responde pela CBF é o vice, o maranhense Fernando Sarney, filho do ex-presidente Sarney, de péssima fama, tendo respondido a processos cabeludos situados fora do futebol.

O Brasil vive momento crítico no futebol, numa crise que tem como origem os desmandos da CBF. Se não houver uma mudança completa, só restará à sociedade brasileira começar a torcer contra a nossa amada Seleção.

Xô, Dunga! Xô, Del Nero! (RENATO RIELLA)

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*