«

»

nov 19 2020

GDF regulamenta atuação de doulas na rede pública

Hospital Maternidade de Campinas | Doulas

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) regulamentou o trabalho de doulas durante partos realizados na rede pública de saúde da capital. As diretrizes foram publicadas no Diário Oficial do DF hoje(19).

De acordo com o texto, para atuar nas unidades de saúde, as doulas precisam ter capacitação e conhecimento das normas e rotinas desse locais.

A presença da profissional deve ser considerada independente do acompanhante da gestante e não pode causar gastos à instituição de saúde.

A regulamentação da profissão na rede pública era um desejo antigo da categoria. Para a presidente da Associação de Doulas do DF, Marilda Castro, a divulgação de normas “muda tudo”.

“Agora, nós temos uma representatividade dentro do nosso trabalho. Já aconteceu muito da doula chegar com a parturiente no hospital e ser barra pelo segurança. Com a regulamentação, isso já não poderá mais acontecer”, afirma.

De acordo com as diretrizes estabelecidas pela Secretaria de Saúde, não haverá nenhum tipo de remuneração ou vínculo empregatício da doula com a pasta.

A profissional também será responsável por trazer a roupa apropriada para realização das atividades. Além disso, deve garantir itens como massageadores, óleos e essências a serem usados se a gestante desejar, desde que observadas as recomendações do local.

Segundo Marilda Castro, a associação ainda conversará com a SES-DF sobre itens do texto. “Acho que precisamos entender melhor algumas questões, mas já é uma vitória. Estamos pedindo por essa regulamentação desde 2015, e hoje podemos comemorar”, afirma.

As doulas atuam dando suporte físico e emocional às gestantes. Geralmente, são mulheres treinadas para acompanhar todo o processo, desde o início da gravidez até pouco depois do nascimento do bebê.

Elas oferecem apoio para planejamento do parto e preparação física e mental ao casal, além de orientar nos primeiros cuidados com a criança.

Segundo a doula Ladyane Ramos, a presença de uma profissional pode diminuir possíveis complicações no parto.

“Há um trabalho em conjunto entre a mulher, a doula, o acompanhante e a equipe de saúde. Enquanto a equipe de profissionais de saúde acompanha questões técnicas, as doulas acompanham a mulher em suas necessidades físicas e emocionais, como uma posição melhor, descansar e falar”, afirma.

Com informações de G1

Foto: Maternidade de Campinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*