«

»

mar 14 2014

GDF terá mais r$ 1,59 bilhão para transporte coletivo

Desde as manifestações de junho do ano passado, se tem a sensação de que o transporte coletivo é a principal insatisfação da sociedade brasileira.

Se isso for verdade, o povo do Distrito Federal talvez seja o que terá melhores respostas no Brasil. A única dúvida é se os efeitos dessas novidades na área de transporte serão absorvidos pelos eleitores antes de 5 de outubro.

Além da troca de mais de dois mil ônibus, com a entrada de novas empresas, o Governo do DF deve inaugurar até maio o Expresso DF Sul, ligando Gama e Santa Maria a Brasília por meio do Veículo Leve sobre Rodas.

Para completar, o sistema de transporte público do Distrito Federal recebeu reforço orçamentário, ontem, com a destinação, pela presidenta Dilma Rousseff, de R$ 1,59 bilhão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade. O recurso será usado, prioritariamente, na implantação dos eixos Norte e Sudoeste do Expresso DF, e melhorias no metrô.

O governador Agnelo Queiroz anunciou que ainda este ano começam os trabalhos para implantação do Expresso Norte e mais estações de metrô, além de adquirir 10 carros modernos para o metrô.

Pelo planejamento do governo, mais de 60% do orçamento destinado pelo Planalto, R$ 1,05 bilhão, será empregado nas obras do Expresso DF – Eixo Norte, que ligará a Rodoviária do Plano Piloto e o futuro terminal da Asa Norte a Sobradinho e Planaltina. O corredor terá 60km de extensão, 50 estações, e beneficiará cerca de 400 mil usuários do transporte público.

Outro projeto atendido pelo PAC é o Expresso DF – Eixo Sudoeste, para o Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Arniqueiras e Área de Desenvolvimento Econômico (ADE), localizada em Águas Claras.

Além dos corredores exclusivos destinados aos ônibus, o Governo do Distrito Federal investirá parte dos recursos federais no sistema de metrô local, com a aquisição de 10 novos trens e a implantação, ao custo de R$ 75 milhões, das estações da 104, 106 e 110 Sul.

Uma das grandes novidades para o Distrito Federal proporcionada com esse aporte de recursos será a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A expectativa é adquirir 10 trens para início de operação do trecho 1, que ligará o aeroporto ao Terminal da Asa Sul. Somente para esse projeto serão empregados R$ 120 milhões.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*