«

»

mar 21 2014

GUERRA EM MANGUINHOS: o vulcão entrou em erupção

LUIZ TURIBA (DO RIO)

A UPP de Manguinhos, no Rio de Janeiro, foi incendiada e o Comandante do Batalhão da Polícia Militar baleado em troca de tiros com ‘bandidos armados’. Diante desta realidade nos convém perguntar: qual a razão da guerra? A quem ela interessa?

A razão oficial é a ‘guerra às drogas’. Contraditoriamente, 450kg de cocaína no helicóptero de um senador sequer foram prova suficiente de crime, enquanto na favela basta ser ‘suspeito’ para ser sumariamente executado. Todo o país reconhece esta realidade, escandalosamente.

Convém recordar que não há ‘Pena de Morte’ no Brasil. A Constituição garante o direito de ampla defesa a todos os cidadãos. Inclusive ao bandido. Nós os queremos vivos, tanto PMs quanto bandidos. Vivos, não mortos! Nesta guerra militarizada, perdemos todos, morremos todos. Sobretudo os mais pobres. A maioria, inocentes. É simples assim.

Chegou a hora de reconhecer que, ao invés de ‘UPP – Unidade de Polícia Pacificadora’, a favela precisa é de ‘UPP- Unidade de Políticas Públicas’.

O Brasil, sendo um País rico, precisa se dar ao luxo de oferecer aos mais pobres melhores alternativas de sobrevivência do que aquelas que miseravelmente oferecem o tal ‘crime organizado’.

É pobre matando pobre.
BASTA DE GUERRA AOS POBRES!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*