«

»

maio 23 2015

MANDEI PRENDER OS NOVOS BAIANOS SEM QUERER

RENATO RIELLA

Soltei hoje no Face um video emocionante dos Novos Baianos. Logo, lembrei de uma história inacreditável para os dias de hoje.

Em 1969 (46 anos), na qualidade de repórter dos Diários Associados, fui ao Porto da Barra de manhã entrevistar os Novos Baianos, que estava hospedado num pequeno hotel em frente ao mar de Salvador.

Lá chegando, os caras de cabelos enormes e roupa de mendigo estavam sentados na mureta do Porto, com risco de cair para trás, numa altura razoável. Doidões!

Por coincidência, chegou junto comigo o hoje famoso jornalista baiano Fernando Vita, que trabalhava no Jornal da Bahia.

Enfrentamos os malucões do rock baiano juntos, numa entrevista confusa, mas fantástica.

Na redação, entusiasmado com o que vi, comecei minha ótima reportagem assim:

“Bichas – gritou um cara que passava de ônibus no Porto da Barra. Eles não são bichas nem nada, são apenas Os Novos Baianos, que voltam à Bahia depois de fazer sucesso no Sul”.

E assim saíram os dois jornais, com fotos chocantes de primeira página para aquela época, mostrando indivíduos fora de qualquer padrão.

No início da manhã, ao ver os jornais, o delegado da Delegacia de Costumes, sem mais nem menos, mandou recolher os já famosos artistas Novos Baianos ao xadrez. Para completar, raspou as longas cabeleiras.

Anos e anos depois, quando eu e Fernando Vita nos encontrávamos, fazíamos de longe acusações mútuas: “Foi você que raspou a cabeça dos Novos Baianos”. “Coisa nenhuma, foi aquela sua reportagem maluca”.

Mas cabelo cresce…

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*