«

»

out 07 2019

Morre a tigresa Maya; seu irmão gêmeo morreu no mês passado

Maya, a fêmea da espécie tigre-de-bengala tem dez anos e vive no Zoológico de Brasília.   — Foto: Divulgação/Zoológico de Brasília

Foto: Divulgação/Zoo

O Zoológico de Brasília anunciou hoje (7) a morte da tigresa Maya, de 10 anos, diagnosticada com infecção no útero. O falecimento ocorre uma semana após o óbito do irmão, o tigre-de-bengala Dandy, que morreu depois de fazer uma transfusão de sangue para Maya.

A tigresa foi submetida a um procedimento cirúrgico ontem (6) para reparo do trajeto intestinal, mas não resistiu. Nas redes sociais, o zoológico lamentou a perda: “O momento é de profundo luto. Um sentimento de que perdemos um membro da nossa família.”

De acordo com a nota, o quadro de Maya “era delicado e, assim como ao longo de todo processo, foi acompanhado por 8 veterinários, incluindo especialistas em unidades de tratamento intensivo (UTI)”.

A tigresa Maya foi diagnosticada com uma infecção no útero e precisou passar por cirurgia na última semana. De acordo com os veterinários, a cirurgia correu bem, mas dois dias depois os pontos romperam e Maya teve que passar por outro procedimento.

Como estava debilitada, ela precisaria de uma transfusão de sangue, que veio de Dandy, o irmão gêmeo de Maya. No dia 26 de setembro, o tigre-de-begala doaria dois litros de sangue. No entanto, segundo os veterinários, ele “não reagiu bem e a transfusão foi interrompida”.

De acordo com o Zoológico de Brasília, apenas um litro foi retirado. Três dias depois, a equipe percebeu que Dandy estava apático e fraco, e acabou morrendo. Exames mostram que o animal estava com insuficiência renal.

Com imformações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*