«

»

out 04 2019

MP de Minas Gerais denuncia ministro do Turismo; Bolsonaro vai mantê-lo no cargo

Depois da Polícia Federal, o Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais apresentou à Justiça denúncia contra o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), e mais 10 pessoas, por crimes relacionados à apresentação de candidaturas de fachada do PSL nas eleições de 2018.

De acordo com o órgão, na condição de presidente estadual do partido, Álvaro Antônio participou da inscrição de candidaturas-laranjas de mulheres que não estavam dedicadas, de fato, à disputa, para permitir o desvio de recursos do fundo eleitoral.

O presidente Jair Bolsonaro decidiu “aguardar o desenrolar do processo” e mantê-lo no cargo. A informação é do porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros.

De acordo com o promotor mineiro Fernando Ferreira Abreu, o ministro do Turismo foi denunciado pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral (mais conhecido como caixa 2, com penas previstas de até 5 anos),apropriação indébita de recurso eleitoral (cujas penas variam de 2 a 6 anos) e associação criminosa (com penas que variam de 1 a 3 anos de reclusão.

Com informações de iG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*