«

»

mar 30 2015

MUNDO NÃO CRUCIFICA A ALEMANHA PELO DESASTRE DO COPILOTO. SE FOSSE O BRASIL…

Se fosse no Brasil, o país já estaria condenado pelo mundo, por ter deixado um Airbus, com 150 pessoas, nas mãos de um maluco. Mas na Alemanha, não…

É assustador saber-se que o copiloto da Germanwings, suspeito de ter feito o avião despencar nas montanhas na França, recebeu tratamento por tendências suicidas no passado.

Andreas Lubitz esteve em tratamento psicoterapêutico por tendências suicidas há vários anos, antes de ter obtido a licença de piloto”, informou o procurador de Düsseldorf, Ralf Herrenruck.

Além disso, no dia do desastre, ele estava com atestado médico que o afastava do trabalho, mas conseguiu voar para a morte, levando junto pessoas de diversas nacionalidades.

Estranhamente, o mundo está sendo muito condescendente com a Alemanha nesse episódio. Se fosse no Brasil…

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*