«

»

mar 14 2014

No STF e no CNJ, acham que Joaquim Barbosa está de saída

RENATO RIELLA
No Supremo Tribunal Federal e no Conselho Nacional de Justiça, há a sensação interna de que o presidente Joaquim Barbosa vai antecipar sua aposentadoria em abril.

Se isso acontecer, é provável que ele anuncie a candidatura a algum cargo público, que pode ser a Presidência da República ou uma vaga de senador pelo Rio de Janeiro ou mesmo por Brasília. Não se pode dizer por qual partido. Joaquim, no entanto, nega essa possibilidade.

Membros do Judiciário têm a prerrogativa de fazer registro partidário até seis meses antes da eleição. Para os demais mortais é um ano antes.

Em termos normais, o mandato de Joaquim Barbosa no STF e no CNJ termina em novembro, mas ele pode renunciar aos cargos, antecipando o afastamento.

Consta que o ministro ficou revoltado com as reviravoltas no processo do Mensalão e ontem nem quis presidir a sessão que liberou o ex-deputado João Paulo da prisão fechada.

Assim, até 5 de abril, está todo mundo de olho em Joaquim Barbosa.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*