«

»

ago 30 2021

Pentágono confirma a retirada das tropas do Afeganistão; talibãs comemoram

Avião militar dos EUA decola do Aeroporto Internacional Hamid Karzai, em Cabul, nesta segunda-feira (30), pouco antes do fim do prazo de retirada das tropas do país. — Foto: AP Photo/Wali Sabawoon

As tropas americanas deixaram o Afeganistão hoje (30), segundo o governo dos Estados Unidos que corria contra o tempo para concluir a retirada demilitares, aliados e colaboradores até a data limite de 31 de agosto.

Com a partida dos últimos voos do exército americano do aeroporto internacional de Cabul, tem fim as duas décadas de ocupação americana neste país do Oriente Médio.

O chefe do Comando Central dos EUA, órgão responsável pelas operações militares no Oriente Médio, general Frank McKenzie, disse em entrevista coletiva que o embaixador americano em Cabul embarcou no último voo a deixar o aeroporto internacional da capital afegã.

O Talibã, que voltou ao poder em 15 de agosto, tomou o controle do aeroporto, que estava sob comando dos EUA desde a queda do governo afegão para o grupo extremista.

Mais cedo, o sistema de defesa antimísseis dos Estados Unidos interceptou cinco foguetes lançados contra o aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão. O ataque não interrompeu os últimos voos de retirada.

Foguetes também atingiram apartamentos residenciais em um bairro próximo, segundo a agência de notícias Associated Press. Eles caíram em Salim Karwan, bairro a cerca de três quilômetros do aeroporto, disseram testemunhas à agência.

Estado Islâmico assumiu responsabilidade pelos ataques, segundo a agência Reuters. “Pela graça do Deus Todo-Poderoso, os soldados do Califado atacaram o aeroporto internacional de Cabul com seis foguetes Katyusha”, disse o grupo em uma rede social.

No bairro de Chahr-e-Shaheed, um carro destruído que parece ter sido usado no ataque tinha tubos de lançamento foguetes caseiros montados no lugar do banco de traseiro.

O Estado Islâmico e outros grupos terroristas costumam montar esses tubos em veículos e transportá-los, sem serem detectados, até perto do alvo.

Com informações de G1

Foto:AP Photo/Wali Sabawoon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*