«

»

mar 17 2014

Perspectiva de inflação de 6,11% deve preocupar Dilma

A semana não começa bem para a presidente Dilma Rousseff. Tudo o que ela não quer pensar é em aumento da inflação, fato previsto nas duas últimas semanas pelos analistas econômicos entrevistados de sete em sete dias pelo Banco Central.

Na semana passada, eles previam que a inflação de 2014 chegaria a 6,01% – o que já é um percentual preocupante. Eles começam esta semana afirmando que pode ser maior, 6,11%, o que sinaliza que o Banco Central pode voltar a aumentar a taxa de juros, que já é a maior do mundo.

A inflação é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). As estimativas feitas estão acima do centro da meta (4,5%) e abaixo do limite superior (6,5%). É função do BC fazer com que a inflação fique dentro da meta.

Um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação, é a taxa básica de juros, a Selic. Essa taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia.

A projeção das instituições financeiras para a Selic, ao final deste ano, foi mantida em 11% ao ano. Para o final de 2015, a projeção segue em 12% ao ano. Atualmente, a Selic está em 10,75% ao ano, após passar por oito altas seguidas.

A estimativa da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) subiu de 5,78% para 5,96%, este ano, e permanece em 5%, em 2015.

A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, foi ajustada de 1,68% para 1,7%, este ano, e segue em 2%, em 2015.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*