«

»

ago 29 2014

PIB CAI EM DOIS TRIMESTRES E AMEAÇA RECESSÃO

O Brasil está à beira de uma recessão técnica, ao ter queda no PIB (Produto Interno Bruto) no segundo trimestre seguido.

O PIB brasileiro, soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve queda de 0,6% no segundo trimestre de 2014, em relação aos primeiros três meses do ano. O valor ficou em 1,27 trilhão. O IBGE divulgou hoje o indicador, que havia caído 0,2% no trimestre anterior.

Consta que a realização da Copa do Mundo, com transtornos diversos na vida do país (inclusive excesso de feriados), contribuiu muito para essa performance frustrante da economia brasileira.

Em 12 meses, com o dado do segundo trimestre, há um crescimento acumulado de 1,4%, mas especialistas consultados semanalmente pelo Banco Central prevêem que o PIB só crescerá 0,7% este ano.

O melhor desempenho no segundo trimestre foi registrado pelo setor de agropecuária, que cresceu 0,2% em relação aos últimos três meses. O PIB da indústria caiu 1,5% e o de serviços, 0,5%, no período.

Quando a comparação dos dados divulgados nesta sexta-feira ocorre com o segundo trimestre do ano passado, a queda atinge 0,9%, com agropecuária sem crescimento e indústria com recuo de 3,4% e serviços com alta de 0,2%.

O único subsetor da indústria que teve resultado positivo no período foi o de extrativismo mineral, com avanço de 3,2%. Entre as quedas nas outras áreas, destacam-se a da indústria de transformação (-2,4%), a de construção civil (-2,9%) e a de eletricidade e gás, água esgoto e limpeza urbana (-1%).

Já o setor de serviços teve recuo puxado pela queda do comércio, que chegou a 2,2%, e pelo resultado negativo do segmento de outros serviços (-0,8%). Serviços de informação tiveram o melhor desempenho, com alta de 1,1%, e também contribuíram positivamente o de atividades imobiliárias e aluguel, que subiu 0,6%.

O governo está otimista sobre o desempenho nos dois últimos trimestres, o que pode afastar a ameaça de recessão em pleno período eleitoral.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*