«

»

jun 29 2018

Polícia americana prende ativistas pelos direitos humanos

Seiscentos manifestantes, a maioria formada por mulheres, foram presos, ontem (28), pela Polícia de Washington, nos Estados Unidos.

A justificativa para a detenção dos participantes do ato foi por perturbação da ordem em frente ao Senado. Dentre as detidas, a atriz vencedora do Oscar Susan Sarandon (foto) e congressistas.

Elas cantavam palavras de ordem contra o tratamento dispensado pelo governo de Donald Trump à família de imigrantes na fronteira com o México.

O ato foi a antecipação dos protestos marcados para amanhã (30), de Norte a Sul do país.

As mulheres sentaram no chão do pátio interno do Senado, com cobertores como os usados pela crianças separadas dos pais e enviadas a abrigos. “O que queremos?”, perguntavam. “Famílias livres!”, era a resposta. Outra frase repetida foi “Essa é a face da democracia”. Nas mãos, muitas manifestantes traziam escrito “Nós nos importamos”.

O protesto, que durou cerca de duas horas, foi organizado por dois grupos liberais: Women’s March e Center for Popular Democracy. O Capitólio informou, em comunicado publicado pelo jornal Daily Mail, que cerca de 575 mulheres foram indiciadas por perturbação da ordem dentro do prédio. As que foram detidas serão libertadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*