«

»

jul 11 2018

Premiê japonês visita desabrigados por chuvas torrenciais

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, visitou hoje (11) os desabrigados na região oeste do país, onde pelo menos 179 pessoas morreram após chuvas torrenciais que causaram inundações e deslizamentos de terra.

Depois de cancelar uma viagem por quatro países, que incluía Bélgica e França, Shinzo Abe deixou Tóquio no início desta manhã para sobrevoar a província de Okayama, uma das mais atingidas, junto com Hiroshima. Ele também visitou vários lugares mais afetados e se reuniu com alguns moradores instalados em abrigos. Não deu declarações à imprensa.

O porta-voz do governo confirmou hoje as 179 mortes e advertiu que há vários desaparecidos na maior tragédia provocada por um fenômeno meteorológico no Japão desde 1982. As autoridades falam em pelo menos nove desaparecidos, enquanto a imprensa já aponta para algo entre 50 e 60.

Agora, as equipes de emergência lutam para encontrar sobreviventes entre os escombros, uma possibilidade cada vez mais remota.

“Nesses últimos anos, vimos desastres ligados à chuva bem mais letais do que antes. Temos de rever o que o governo pode fazer para reduzir os riscos”, afirmou o porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga, em entrevista coletiva.

“Os 75.000 policiais, bombeiros, soldados das Forças de Autodefesa (nome do Exército japonês) e da Guarda Costeira fazem o possível para ajudar os afetados”, declarou Yoshihide Suga.

As buscas e os trabalhos de limpeza prosseguem sob um intenso sol, com temperaturas previstas de 35ºC.

Foto: Martim Bureau/ AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*