«

»

mar 14 2014

Protesto contra a copa mostra reação crescente

Ontem se teve a certeza de que, até junho, haverá mesmo protestos crescentes contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. A presidente Dilma Rousseff terá de montar contraofensiva organizada para evitar problemas mais sérios.

Em São Paulo, houve tumulto no protesto. Segundo a Polícia Militar (PM), alguns participantes do ato depredaram a fachada de uma agência do Banco do Brasil e arremessaram um coquetel-molotov contra a tropa que acompanhava o protesto.

Segundo a PM, um rapaz foi preso portando um estilingue e esferas de aço. Um menor foi apreendido depredando a Estação Faria Lima do metrô.

A última manifestação sobre o mesmo tema, ocorrida no dia 22 de fevereiro, foi dispersada com auxílio de uma tropa de policiais composta com agentes com treinamento em artes marciais. Ao final da ação, 262 pessoas acabaram detidas, entre elas diversos jornalistas.

A página que convocou o protesto no Facebook critica o uso de recursos públicos para a organização do mundial de futebol. “A previsão é que os investimentos para o Mundial alcancem R$ 33 bilhões –o país vai custear 85,5% das obras relacionadas ao evento, com dinheiro dos governos federal, estaduais e municipais”, diz o texto.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*