«

»

fev 13 2015

R$ 20 BILHÕES EM CONTAS SECRETAS DO HSBC? QUE VERGONHA!

Um escandaloso vazamento de documentos mostrou que brasileiros super ricos escondem quase R$ 20 bilhões, em oito mil contas secretas – e possivelmente ilegais – na filial suíça do banco HSBC. O Brasil precisa agir rápido, garantindo que eles não escapem da Justiça.
Segundo a ONG Avaaz, o governo brasileiro sabe quem está na lista de clientes e disse que está investigando, mas até agora não houve ação real para agilizar a investigação e punir os sonegadores e os banqueiros corruptos. Outros governos já estão agindo, mas cadê o Brasil?

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, está de olho nessa nova crise, mas certamente vai demorar muito até tomar providência.

A história sobre o vazamento das informações, analisada pela equipe internacional de jornalistas, parece até que saiu da novela das 8.

Os bancos suíços liberavam grandes maços de dinheiro vivo e davam conselhos aos seus clientes sobre como esconder seus bens do governo. Na lista, contas secretas de traficantes de armas, vendedores de diamantes e de sangue, políticos e suspeitos de crimes procurados pela Interpol.

Os investigadores descobriram que clientes brasileiros estão entre os quatro maiores usuários dessas contas duvidosas e que 70% deles usavam contas numeradas sem identificação, um método famoso para guardar dinheiro de origem duvidosa. O que eles têm a esconder?
Segundo a Avazz, em um país tão apodrecido pela corrupção, onde mais de R$ 400 bilhões em impostos são sonegados anualmente, este escândalo é como um balde de água fria em todos os esforços de se combater os desvios.

Outros países já responderam ao escândalo. Investigar com profundidade esse esquema bancário é o mínimo que o novo Secretário da Receita Federal pode fazer para recuperarmos a fé na capacidade do governo de trabalhar para todos os brasileiros, não apenas para os mais ricos e influentes.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*