«

»

mar 20 2016

SÉRGIO MORO: “ESTOU PRONTO PARA A GUERRA”

 

MAGNO MARTINS (Do Blog do Magno)

A formação pessoal e profissional do juiz Sérgio Moro é realmente admirável.

Formado em Direito e Antropologia, é fascinado por livros clássicos e apaixonado pelas artes de combate, pois é Faixa Preta 2DAN de karatê, 1DAN de Aikido e Faixa Roxa de Judô, além de exímio atirador (armas curtas e longas).

É especialista em combate com faca, com curso de operações especiais na PF, por isso é um guerreiro, um grande estrategista.

E leitor voraz dos Grandes Pensadores e escritores universais, dentre eles o Nicolau Maquiavel.

Só uma pessoa com o conhecimento do escritor renascentista italiano, que escreveu sobre política de estado, teria essa sagacidade e a esperteza para destroçar a ideologia nefasta, comunista e exploratória implantada pelo PT – Partido dos “Trabalhadores”.

Para isso, ele age com sobriedade e adota um estratagema de forma a não permitir que as suas decisões sejam contestadas pelos tribunais superiores, a exemplo do STF e do STJ.

Sergio Moro aprendeu tudo com Maquiavel, certamente devorando O Príncipe, seu livro mais conhecido.

Trabalha com paciência, como um exímio enxadrista, para acuar o ex-presidente e seus “vampiros” até o golpe fatal, o xeque-mate que se aproxima, com a movimentação cuidadosa no “tatame da vida” e das peças no tabuleiro.

É assim que o juiz Sergio Moro está montando o quebra-cabeça do maior escândalo da história do país, organizando o jogo de xadrez com inteligência e a paciência de um monge Templário.

A prisão do Lula virá … e esse fato será o coroamento dessa operação incansável dos nossos Templários.

Ontem, em entrevista, o Juiz Templário disse a seguinte frase do Nicolau Maquiavel: “Os homens julgam, em geral, na base das aparências mais do que da substância. Pois todos têm olhos, mas poucos possuem o dom da sagacidade”.

E acrescentou, com tom forte na voz: “Eu me preparei a vida inteira para o combate … Não temo nada, sou um homem livre e de bons costumes. Estou pronto para a guerra.”

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

8 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Hermeto

    Por favor, onde tenho acesso à entrevista?

  2. medeiros

    Gostaria de saber em qual academia o juiz Sergio Moro teria se formado faixa preta; qual estilo de karatê pratica e à qual federação está filiado. Somente depois dessas informações e comprovada a veracidade das mesmas, vou acreditar no texto.

    1. Luiz Guilherme Marques

      Meu caro Medeiros, a melhor forma de você sanar suas dúvidas expostas acima é falar um monte de bobagens ofensivas a ele, Sérgio Moro, a um ou dois metros de distância dele.

  3. Thiago

    Fiquei muito interessado na última frase do seu texto, mas não consegui encontrar a suposta entrevista onde o Moro falou isso. Você tem a fonte?

  4. Moura

    Sério?
    Professor da UFPR que não dá aula há anos, recebe e se nega a abdicar do cargo – sendo que a universidade processa o cara e ele dá jeito de enrolar o processo. Esse empreguinho que ele recebe sem realizar tb contribui para o montante do salário final do arrogante e comissionado moço, em quase R$90 mil?
    Que juiz ganha isso, hein?
    Ah, e agora, Serginho? Querendo esconder a lista da Odebrecht é? Pedindo sigilo? Mt amigo acusado? PMDB bombando , né rsrsrs

    1. Luiz Guilherme Marques

      Quanto ódio, hein? Moro está realizando o trabalho mais importante da Justiça do Brasil e você está preocupado com o salário dele. E você, amigo, explique seus ganhos sem ficar no anonimato. E que diferença faz se Moro ganha R$10.000, ou dez vezes mais?

  5. José Maria Costa Cruz Machado

    Não vi nada na internet informando a veracidade das informações para tantos adjetivos. Nem no blog do Magno vi alguma coisa a respeito. O texto, muito intensamente por sinal não é digno de credibilidade…

  6. Luiz Guilherme Marques

    Está com inveja de Moro ser bom também em Artes Marciais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*