«

»

mar 12 2018

Theresa May acusa Rússia pelo envenenamento de ex-espião

theresa may

A primeira-ministra Theresa May(foto), após presidir a uma reunião do Comité de Segurança Nacional, foi até ao Parlamento britânico, para informar aos deputados acerca da investigação sobre a tentativa e homicídio do ex-espião russo, Sergei Skripal.

A primeira-ministra avisou que é necessário evitar especulação e que as autoridades apenas vão atrás de provas que forem sendo encontradas mas, apesar de tudo, falou em possíveis sanções à Rússia, assim como aconteceu quando Alexander Litvinenko, um outro ex-espião russo, foi envenenado.

May revelou que o gás de nervos que foi utilizado na tentativa de homicídio do antigo espião e da sua filha é de componente militar e que é produzido pela Rússia, acusando o governo russo de ter permitido que esta substância chegasse ‘às mãos erradas’.

“Esta tentativa de homicídio utilizando agente nervoso do calibre de armas numa cidade britânica não foi apenas um crime contra os Skripal, foi um ato indiscriminado e irresponsável contra o Reino Unido, colocando as vidas de inocentes em risco. Não vamos tolerar uma tentativa tão descarada de matar civis inocentes no nosso solo”, garantiu Theresa May.

“Temos agora de ficar prontos para tomar medidas mais extensas. Na quarta-feira, vamos considerar em detalhe a resposta do Estado russo. Se não existir uma resposta credível, vamos concluir que este é um ato ilegal de uso da força do Estado russo contra o Reino Unido, e vamos regressar a esta Câmara e apresentar uma série de medidas que tomaremos em resposta”, acrescentou a primeira-ministra britânica.

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, já reagiu ao discurso de May, e considera que este tenha sido um “espetáculo de circo”, de acordo com a Agência Ifax.

Recorde-se que, na semana passada, o antigo espião de 66 anos e a sua filha Ilua, de 33, foram encontrados inconscientes num centro comercial na cidade de Salisbury, em Inglaterra, e ambos se encontram internados, em estado crítico, após terem sido expostos a um gás de nervos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*