«

»

ago 25 2014

TODO MUNDO DE OLHO NA MARINA NESTA TERÇA

RENATO RIELLA

Amanhã, terça, é um dia decisivo na campanha presidencial brasileira. E um dia decisivo para Marina Silva, que foi incrivelmente bem tratada na edição da Veja deste fim de semana.

Pouco depois das 20h, a TV Globo deve divulgar uma pesquisa do Ibope, já refletindo as últimas mudanças ocorridas no quadro eleitoral.

Vale lembrar que, na pesquisa Datafolha divulgada depois da morte de Eduardo Campos (PSB), a nova candidata Marina Silva apareceu com 21%, contra 36% de Dilma (PT) e 20% de Aécio Neves (PSDB).

O mais impressionante é que, na simulação de segundo turno, Marina venceria Dilma por 47 a 43. Espalhou-se um terror nas campanhas de Dilma Rousseff e Aécio Neves. Como ficará esse quadro na pesquisa Ibope a ser divulgada nesta terça?

DEBATE PRESIDENCIAL NA BAND

Fortalecendo a terça-feira, das 22h até a meia-noite, a TV Band apresentará o primeiro debate televisivo entre candidatos a presidente.

Eles aparecerão já refletindo o resultado do Ibope, que deve influenciar na performance da cada um.

Esse debate da Band, tradicionalmente, não tem efeito nas pesquisas. O horário é tardio, a emissora tem baixa audiência e o eleitor ainda está frio, sem muita definição.

Mas o debate da Band servirá para os observadores mais interessados (e mais experientes) perceberem a viabilidade dos candidatos.
Sobre Marina Silva, posso dizer algo chocante: basta que ela apareça como uma pessoa normal para poder faturar bastante no primeiro debate televisivo. É querer demais?

Todos estarão de olho na performance dessa nova candidata do PSB, que não pode demonstrar excentricidades. Será que ela conseguirá isso?

O Brasil anseia por um novo líder (pode ser uma mulher), que nos transmita austeridade, idealismo e boas idéias – de preferência idéias claras, que o povo entenda.

Será que Marina conseguirá ser isso tudo?

Ela será o foco dessa terça-feira decisiva.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

1 comentário

  1. Wílon Wander Lopes

    Excelente sua nota sobre a Marina, Riella. De fato ela é a esfinge. Todos quererão decifrá-la.
    Conforme você sabe, fui Presidente da associação Brasileira de Marketing Político e gosto muito do trem. Se eu fosse marqueteiro dela, no debate da Band, o primeiro que ela vai encarar, orientaria:
    1 – Põe uma roupa discreta, identificando-se como se fosse uma dona de casa comum, num passeio.
    2 – Fica quietinha, balança a cabeça de vez em quando, tipo muxoxo, mas sem aparentar arrogância, bem de leve, como se soubesse a melhor solução para o tema, especialmente quando os outros candidatos falarem sobre assuntos polêmicos. Não entrar na briga dos outros, não aceitar provocação.
    2 – Toda vez que for perguntada, dizer mais ou menos isso: “esse é um assunto velho, o povo está cansado de ouvir conversa fiada sobre isso. Eu até tenho minha opinião. Mas não é a minha opinião que vale. Isso é uma questão coletiva, do povo. O povo me dirá a solução. É ele que sabe, é só ter a humildade para perguntar pro povo – é o que eu vou fazer. Vou ouvir o nosso povo. E, depois, vou fazer o que o povo quer!”
    3 – Procurar responder objetivamente, com poucas palavras, aparentando humildade, nada de entrar em detalhes, mesmo se puder dar um show de conhecimento sobre o assunto; e
    4 – Sempre falar da esperança do povo em dias melhores. E, no final, dizer, com um gesto forte: “Pois é, meu povo, nós estamos esperando o dia 5 de outubro há muito tempo. Dias melhores virão!”
    Se ela se comportar assim, Riella, acho que não vai ter pra ninguém…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*