«

»

fev 08 2019

Toffoli pede que PGR, Guedes e Receita apurem quebra de sigilo de Gilmar

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, enviou ofícios para a Procuradoria-Geral da República, Ministério da Economia e para a Receita Federal para que sejam tomadas providências no caso da quebra de sigilo bancário do ministro Gilmar Mendes.

Toffoli pede à Raquel Dodge, Paulo Guedes e Marcos Cintra que conduzam apurações para descobrir se houve crime ou atividade ilícita nas áreas comandas por eles no caso contra o ministro Gilmar.

“Solicito que sejam adotadas as providências cabíveis quanto aos fatos narrados pelo ministro Gilmar Mendes conforme cópia do ofício em anexo, consistentes na prática de atos ilícitos e respetivos responsáveis, os quais merecem a devida apuração”, afirma o presidente do STF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*