«

»

nov 28 2018

Traficantes ganham “promoção” quando matam policiais no Rio

Resultado de imagem para pms nas favelas cariocas

Traficantes da favela do Mandela, na Zona Norte do Rio de Janeiro, que matam policiais são premiados com cargos mais altos na hierarquia da quadrilha, segundo investigação da Polícia Civil

. O esquema de “promoção” dos bandidos foi descoberto por agentes da 21ª DP (Bonsucesso) em março do ano passado, quando um traficante preso revelou o “plano de carreira” em depoimento.

De acordo com o preso, traficantes mataram a tiros o soldado Sandro Mendes de Lyra, de 36 anos, no Mandela, em janeiro do ano passado. O agente tinha ido buscar outra equipe de PMs que havia sido atacada pouco antes na comunidade.

O homem premiado pelo homicídio foi Thiago Ferreira de Lima, conhecido como Soldadinho. Antes de assassinar o PM, ele vendia drogas a usuários. Depois, passou a administrar bocas de fumo.

Segundo o jornal Extra, Lima foi um dos 17 traficantes da favela denunciados pelo Ministério Público pelos crimes de associação criminosa e tráfico de drogas. A denúncia afirma que, após a promoção, Soldadinho passou a administrar “os atos de endolação, distribuição e venda de cocaína e cuidar da contenção armada das suas áreas de atuação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*