«

»

ago 26 2014

UM AVIÃO ATRAVESSADO NA CAMPANHA DA MARINA

RENATO RIELLA

“Candidata Marina Silva, quantas vezes a senhora usou o avião Cessna que vitimou o candidato Eduardo Campos?”

A candidata do PSB à Presidência da República precisa estar preparada para responder a esta pergunta no debate de hoje à noite na Band.

Tanto Dilma Rousseff (PT) como Aécio Neves (PSDB) sabem que este é o ponto fraco da candidata que está subindo nas pesquisas de modo a assustar esses dois adversários.

Na sequência, virá outra pergunta dificílima:

“Candidata Marina Silva, sabe-se que a senhora é uma mulher muito experiente. Disputou e venceu duas eleições para senadora. Votou em diversas sessões em que foram aprovadas leis eleitorais. E foi ministra do Meio Ambiente, entre outros atributos pessoais. Com tanta experiência acumulada, ocorreu à senhora perguntar ao comando da campanha do PSB se o uso do avião Cessna estava regularizado?”

Marina Silva enfrentará questionamento semelhante amanhã (quarta) à noite, quando passará pelo rolo compressor do Bonner e da Patrícia Poeta, na entrevista de 15 minutos da TV Globo.

Tudo isso fica superado se o PSB esclarecer hoje tudo sobre o uso do avião na campanha eleitoral.

No momento, há grande confusão sobre a propriedade do avião. O dono, quando aparecer de fato, terá de assumir processos milionários de indenização dos prédios atingidos no acidente, assim como de dezenas de pessoas feridas, sem contar as mortes dos profissionais que acompanhavam Eduardo Campos.

Além disso, é preciso mostrar hoje, antes do debate, que tipo de contrato a campanha tinha para usar o avião.

Marina Silva, com grande chance de vencer a eleição, fica momentaneamente fragilizada pela tragédia que emocionou o Brasil.

Essa situação, diante do aeroporto do Aécio e até da usina de Pasadena da Dilma, acabou ficando mais difícil de resolver, pois envolve possível crime eleitoral.

Viram que coisa complicada!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*