maio 17 2024

DPVAT DE R$ 60,00 (NEWS RENATO RIELLA – 17 MAIO)

Presidente Lula sancionou com vetos a lei que determina o retorno do seguro obrigatório de veículos, conhecido como “Novo DFPVAT”. Vetou dois artigos que estabeleciam penalidade de infração grave e multa para os motoristas que não pagarem o seguro no prazo previsto. A equipe econômica prevê tarifa de R$ 60 para o DPVAT em 2025.

A lei sancionada também inclui uma folga de R$ 15 bilhões no Orçamento federal deste ano, acima do teto de gastos.

 

RIO GRANDE DO SUL – Enchentes afetaram 90% dos municípios gaúchos. Atingem 458 dos 497 municípios do Rio Grande do Sul.

Mais de 600 mil pessoas estão fora de casa em todo o estado. É um número maior, por exemplo, do que toda a população de uma capital como Florianópolis. A Zonal Sul de Porto Alegre é uma área que segue tomada pela água.

 

Há 151 mortes, com 104 desaparecidos. E 77.199 pessoas estão em abrigos. Outras 538.164 estão na casa de parentes ou amigos. Ao todo, 2.281.774 pessoas foram atingidas pela tragédia, que afetou 458 dos 497 municípios gaúchos.

 

A ocupação pelas águas permanece em todo o estado, com queda no volume em algumas regiões, mas aumento em muitas outras. É drama que deve persistir por muitos dias ainda.

 

FGTS – Trabalhadores de 59 municípios do Rio Grande do Sul afetados pelas fortes chuvas já podem fazer a solicitação de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na modalidade Calamidade.

EMENDAS – Governo Lula autorizou liberação de R$ 480 milhões em emendas parlamentares para ajudar o Rio Grande do Sul.

 

PIB – Ministério da Fazenda aumentou para 2,5%, a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2024. Em relação à inflação, elevou para 3,7% a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano.

Contribuíram principalmente para o crescimento das estimativas para o PIB o avanço robusto das vendas no varejo e dos serviços prestados às famílias, o aumento na criação líquida de postos de trabalho e a expansão das concessões de crédito. Outro fator que contribuiu para a elevação das estimativas do PIB são as exportações.

As estimativas para o PIB ainda não consideram os impactos das enchentes no Rio Grande do Sul na atividade econômica.

 

COPA – Brasil foi escolhido pela Fifa como sede da Copa do Mundo Feminina de Futebol de 2027.

Brasil já sediou duas copas masculinas, em 1950 e 2014.

Serão usados 10 estádios, inclusive o Mané Garrincha.

 

TSE – Ministro André Mendonça foi eleito para ocupar cargo efetivo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), na vaga do ministro Alexandre de Moraes, que permanece no Supremo Tribunal Federal.

 

DENGUE – Segundo o Ministério da Saúde, Brasil tem 4.855.070 casos de dengue. Minas Gerais lidera, com 1,3 milhão de casos. Distrito Federal apresenta o maior coeficiente de incidência, com 8,9 mil casos por 100 mil habitantes.

 

DESONERAÇÃO – Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou acordo com o Governo Federal para manutenção da oneração dos municípios em 8% ao longo de 2024.

Confederação Nacional dos Municípios (CNM) apresentou proposta com o escalonamento gradual da reoneração, que começa em 8% em 2024, seguindo para 10% em 2025, 12% em 2026, e depois chega a 14% em 2027.

 

ARGENTINA – Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que economia da Argentina voltará a crescer “no segundo semestre” deste ano. Está sendo buscada transição para um novo regime de competição cambial, onde o peso e outras moedas, como o dólar, possam coexistir e ser usadas livremente, como já acontece no Peru e no Uruguai.

Oitava revisão do programa de empréstimos para a Argentina deve ser aprovada pelo FMI nas próximas semanas, com desembolso extra de US$ 800 milhões.

No primeiro trimestre, houve superávit fiscal na Argentina pela primeira vez em 16 anos, além de um acúmulo acelerado de reservas e rápida redução da inflação. O índice de preços ao consumidor caiu de 25% em dezembro para 8,8% em abril.

 

ECONOMIA – Índice Bovespa, da Bolsa de Valores, fechou ontem em 128.284 pontos, com alta de 0,19%.

MOEDAS – FONTE: BC

⬇ Dólar Comercial: R$ 5,13 (-0,13%)

⬇ Dólar Turismo: R$ 5,33 (-0,35%)

⬇ Euro Comercial: R$ 5,57 (-0,26%)

⬇ Euro Turismo: R$ 5,81 (-0,40%)

Por RENATO RIELLA

 

maio 16 2024

MUITO DINHEIRO PARA RS (NEWS RENATO RIELLA – 16 MAIO)

Como previsto, Presidente Lula anunciou em viagem o Auxílio Reconstrução para 240 mil famílias desabrigadas ou desalojadas no Rio Grande do Sul. Poderá custar R$ 1,2 bilhão e será pago em  parcela única de R$ 5,1 mil.

O Governo promete recuperar as casas que se encaixem nas faixas 1 e 2 do programa Minha Casa, Minha Vida. Também serão reavalidas as inscrições não atendidas no Minha Casa, Minha Vida, em 2023.

Lula anunciou a criação de um ministério para a reconstrução do RS, sob comando de Paulo Pimenta, atual ministro da Comunicação.

Enquanto isso, as águas baixam em algumas regiões do estado e sobem em outras. É drama que deve se estender por muitos dias.

 

DÍVIDA – Senado aprovou a suspensão do pagamento da dívida do Rio Grande do Sul com a União pelo prazo de três anos. O texto segue para sanção presidencial. O estoque da dívida do estado está em R$ 100 bilhões. Com a suspensão das parcelas, o RS deixará de pagar R$ 11 bilhões nas parcelas.

 

CONSELHO – Presidente Lula convocou para hoje em Brasília reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão. Devem discutir políticas públicas que possam ajudar os gaúchos atingidos pelas chuvas.

O Conselhão pode abordar propostas estruturais, como obras de engenharia civil mais resistentes a intempéries e de contenção do aumento do nível de rios e lagos. Há a certeza de que outras tragédias ocorrerão se não forem implantadas medidas preventivas.

 

CAMPEONATO – Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspendeu as duas próximas rodadas do Brasileirão, a pedido de 15 dos 20 clubes participantes da competição e da Federação Gaúcha de Futebol, por causa da crise do Rio Grande do Sul.

As equipes voltam a campo somente na última semana de maio.

 

DESONERAÇÃO – Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que solução sobre a desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia está muito próxima, após contatos com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Há grande expectativa na área empresarial, pois o prazo para que as empresas passem a recolher os tributos previdenciários vence no dia 20. Persiste um limbo jurídico, depois de o STF suspender a desoneração da folha das empresas de 17 setores da economia.

Tudo indica que em 2024 seja mantida a política de desoneração e, a partir de 2025, haverá uma reoneração gradual, a ser negociada nos próximos dias, inclusive levando-se em conta os interesses dos municípios contemplados no projeto original.

 

GREVE – Em greve há um mês, professores de universidades e colégios federais receberam proposta de aumento de 13,3% a 31% até 2026. No entanto, os aumentos só começariam em 2025.

 

Os índices de reajustes deixarão de ser unificados e variarão com base na categoria. Os que ganham mais terão o aumento mínimo de 13,3%. Quem recebe menos ganhará o reajuste máximo de 31%. Com o reajuste linear de 9% concedido ao funcionalismo federal em 2023, o aumento total ficará entre 23% e 43% no acumulado de quatro anos.

Professores farão assembleias para definir a resposta até o dia 27. Querem também que o Governo Federal recomponha o orçamento das universidades.

 

 

PETROBRAS – Instabilidade na Petrobras levou a empresa, em três anos, a ter seis presidentes. Agora, vai assumir Magda Chambriard, funcionária de longa data da estatal.

Essas notícias polêmicas fizeram as ações da empresa despencarem mais de 6%, levando a estatal de capital aberto a perder R$ 34 bilhões em valor de mercado.

 

SAFRA – Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que deverá ser 7,4% menor do que o colhido no período anterior.

Expectativa é que o Brasil produza 295,4 milhões de toneladas de grãos em 2023/2024, 24,3 milhões de toneladas a menos em relação às 319,8 milhões de toneladas alcançadas na safra anterior, que foi recorde.

Ainda não foram contabilizadas perdas decorrentes da tragédia climática que atinge o Rio Grande do Sul.

 

LUCRO – Caixa Econômica Federal encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido recorrente de R$ 2,9 bilhões, valor 49% maior que o do mesmo período do ano passado.

Novamente, a alavanca dos resultados da Caixa foi o crescimento da carteira de crédito, que encerrou o trimestre com saldo de R$ 1,144 trilhão em operações, alta de 10,4% em um ano. A carteira de crédito habitacional, que é a mais representativa, subiu 14,4% em um ano, para R$ 754,3 bilhões.

MULHER – Senado aprovou projeto que estabelece prioridade no atendimento social, psicológico e médico à mulher vítima de violência doméstica e familiar, que segue para sanção presidencial.

O texto altera a Lei Maria da Penha (Lei 11.340, de 2006) para estabelecer o atendimento prioritário no Sistema Único de Saúde (Sus) e no Sistema Único de Segurança Pública (Susp). O projeto ainda modifica a lei que dispõe sobre a realização de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência contra a mulher (Lei 13.239, de 2015), no âmbito do Sus, ao prever a prioridade entre os casos de mesma gravidade.

 

ARGENTINA – Banco central da Argentina reduziu a taxa básica de juros do país de 50% para 40% ao ano. Essa redução foi anunciada após o país divulgar que sua inflação ficou em 8,8% em abril — quarto mês consecutivo de desaceleração. Além disso, pela primeira vez em seis meses, o índice mensal ficou na casa de um dígito.

 

Esse também foi o quarto corte da taxa de juros do país em pouco mais de um mês. Em 11 de abril, por exemplo, a taxa foi reduzida de 80% para 70%.

 

 

ECONOMIA – Índice Bovespa, da Bolsa de Valores, fechou ontem em 128.028 pontos, com baixa de 0,37%.

MOEDAS – FONTE: BC

⬆ Dólar Comercial: R$ 5,13 (+0,12%)

⬆ Dólar Turismo: R$ 5,35 (+0,19%)

⬆ Euro Comercial: R$ 5,58 (+0,67%)

⬆ Euro Turismo: R$ 5,83 (+0,65%).

Por RENATO RIELLA

maio 15 2024

DEMISSÃO NA PETROBRAS (NEWS RENATO RIELLA – 15 MAIO)

Um  dia após a Petrobras ter registrado queda de 37,9% no lucro do primeiro trimestre, Presidente Lula demitiu Jean Paul Prates da presidência da empresa.

Nova presidente será Magda Chambriard, que foi diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP) no Governo Dilma. É consultora na área de óleo, gás e biocombustíveis e trabalhou na Petrobras por 20 anos.

Polêmica sobre o pagamento dos dividendos aos acionistas da Petrobras foi um dos fatores que desestabilizou Prates.

 

DÍVIDA – Câmara dos Deputados aprovou o projeto que suspende por três anos a dívida de R$ 95,7 bilhões do Rio Grande do Sul com a União, o qual segue para apreciação do Senado.

 

 

MORTES – Segundo a Defesa Civil, o Rio Grande do Sul já registrou 149 mortes em razão dos temporais e cheias, além de 112 desaparecidos.

 

Porto Alegre viu o Lago Guaíba aumentar seu nível em 21 centímetros nas últimas 24 horas, alcançando 5,23 metros.

 

 

BRICS – Ex-presidente Dilma Rousseff afirmou que o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, ou Banco do Brics+), hoje presidido por ela, vai ajudar, com R$ 5,75 bilhões no financiamento de obras de reconstrução do Rio Grande do Sul.

 

 

MINISTÉRIO – Paulo Pimenta, cotado para ser o candidato do PT a governador do Rio Grande do Sul em 2026, vai assumir o Ministério de Apoio à Reconstrução do estado, a ser anunciado hoje pelo Presidente Lula em visita às terras gaúchas alagadas.

 

Pimenta é deputado federal pelo PT-RS, atual ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Será substituído neste cargo por Laércio Portela, ministro interino.

O novo ministério terá sede em Porto Alegre.

 

 

AEROPORTO – Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou que venda de passagens para decolagem ou aterrissagem no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), sejam suspensas. Previsível, pois o aeroporto deve permanecer alagado por tempo longo.

 

Ontem, foram anunciados estudos para implantação de novo aeroporto internacional na capital gaúcha, em área protegida contra enchentes.

 

 

MUNICÍPIOS – No início deste ano, Congresso Nacional reduziu de 20% para 8% a alíquota previdenciária incidente sobre a folha de pagamento dos municípios de até 156,2 mil habitantes, decisão que foi derrubada pelo Supremo Tribunal Federal em 25 de abril.

Isso significa que já a partir deste mês todas as prefeituras vão ter que arcar com a alíquota padrão.

 

Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) negociam com o Ministério da Fazenda uma alíquota de 14% para todos os municípios, sejam eles de pequeno, médio ou grande porte. É um tema que deve evoluir no Congresso neste semestre.

 

SAFRA – IBGE aponta que a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2024 no Brasil é estimada em 299,6 milhões de toneladas, representando redução de 5% em comparação com o ano anterior.

Produção de soja, principal commodity brasileira, aumentou 0,9%, atingindo 148,3 milhões de toneladas, mas ainda caiu 2,4% em relação ao ano passado. Para o milho, a previsão é de 115,8 milhões de toneladas, 0,3% a menos do que a estimativa anterior — e uma queda de 11,7% em relação a 2023.

Esses dados ainda não levam em conta a atual crise do Rio Grande do Sul.

 

CHINA – Nos Estados Unidos, Governo Biden anunciou novas alíquotas de imposto de importação sobre US$ 18 bilhões em produtos chineses, sob a justificativa de “proteger os trabalhadores e as empresas norte-americanas” das “práticas comerciais desleais da China”.

Maior aumento atingiu os veículos elétricos chineses, com alíquota que vai se quadruplicar, de 25% para 100%, ainda em 2024.

 

DENGUE – Ministério da Saúde aponta que não há mais nenhum estado brasileiro com tendência de aumento de casos de dengue. Enquanto Maranhão e Mato Grosso registram tendência de estabilidade de casos da doença, todas as demais unidades da Federação apresentam queda nos casos registrados.

 

JUROS – Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) mostra preocupação com a inflação acima da meta e não prevê novos cortes na taxa Selic, os juros básicos da economia. Vale lembrar que, na última reunião, o Copom reduziu os juros em apenas 0,25 ponto percentual, para 10,50% ao ano.

Para os membros do colegiado, a extensão e a adequação de ajustes futuros na taxa “serão ditadas pelo firme compromisso de convergência da inflação à meta”, recomendando maior cautela nas futuras decisões.

 

PLANOS DE SAÚDE – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) discute índice de reajuste dos planos individuais de saúde, em torno de 7%.

 

PROCESSOS CIVIS – Senado aprovou projeto do deputado Rafael Prudente (MDB-DF) que altera o Código de Processo Civil (CPC) e restringe os critérios de escolha do lugar de julgamento em processos civis. Segue para sanção presidencial.

Determina que o foro de eleição deve ter alguma relação com o domicílio das partes ou com o local que será executada a obrigação. Se a ação for interposta em juízo aleatório, constituirá prática abusiva, passível do juiz negar a competência para julgar a ação.

 

SERVIÇOS – Setor de serviços no Brasil avançou 0,4% em março, após queda de 0,9% no mês anterior, segundo o IBGE.

Houve alta de 1,2% no acumulado para o primeiro trimestre de 2024, frente a igual período de 2023. Já nos últimos 12 meses, a expansão foi de 1,4%. Das cinco atividades de divulgação investigadas, quatro apresentaram avanço.

 

ECONOMIA – Índice Bovespa, da Bolsa de Valores, fechou ontem em 128.515 pontos, com alta de 0,28%.

MOEDAS – FONTE: BC

⬇ Dólar Comercial: R$ 5,13 (-0,39%)

⬇ Dólar Turismo: R$ 5,34 (-0,30%)

⬇ Euro Comercial: R$ 5,55 (-0,10%)

⬆ Euro Turismo: R$ 5,80 (+0,02%.

Por RENATO RIELLA

 

 

maio 14 2024

OI LEVA INTERNET AOS DESABRIGADOS

A empresa Oi está instalando conexão com fibra de alta capacidade e redes WiFi nos abrigos dos moradores afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Os abrigos serão conectados com links de alta velocidade, em coordenação com as autoridades e organizações que estão cuidando do acolhimento dessa população.

“São centenas de abrigos em todas as cidades. Estamos mapeando e localizando as pessoas responsáveis. Não podemos atrapalhar as operações e outras prioridades, mas acreditamos que pode ser um grande alívio para os desabrigados contar com conectividade em fibra”, diz Fabrício Bindi, head do serviço Oi Fibra.

A decisão de levar banda larga aos abrigos vem em conjunto com outras ações já montadas, desde a divulgação de informações emergenciais, um call center dedicado apenas à população do Rio Grande do Sul, a recuperação da rede de fibra do Estado e até mesmo a ajuda na logística de doação.

“Estamos avaliando para levar a rede onde eventualmente a gente não esteja presente para a reconstrução do Estado. Estamos antecipando compras, remanejando estoques para dar suporte. Agora é mapear onde já dá para começar a trabalhar”, diz Fabrício Bindi.

 

maio 14 2024

AUXÍLIO DE R$ 5 MIL (NEWS RENATO RIELLA – 14 MAIO)

Governo Federal deve anunciar auxílio de R$ 5 mil para cada família desabrigada no Rio Grande do Sul, em viagem que o Presidente Lula fará amanhã ao estado (ele suspendeu visita que faria ao Chile). Será uma espécie de auxílio emergencial, similar ao adotado na pandemia.

 

ENCHENTE – Força das águas permanece em diversas áreas do Rio Grande do Sul, onde as chuvas não param, agora acrescidas de baixa temperatura. No rio Guaíba, em Porto Alegre, nível das águas superou a barreira dos 5m.

Por causa das últimas chuvas, cidades do Vale do Taquari, que estavam tentando se recuperar, voltaram a ficar debaixo d’água.

 

DÍVIDA – Governo Federal confirmou suspensão por três anos do pagamento das parcelas mensais das dívidas do estado do Rio Grande do Sul, com renúncia de juros no período. O valor do débito é de R$ 92,8 bilhões. Com o anúncio, a expectativa é de aliviar cerca de R$ 11 bilhões aos cofres do estado gaúcho.

 

CRÉDITO RURAL – Produtores agropecuários e agricultores familiares afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul terão prazo maior para pagar o crédito rural. Conselho Monetário Nacional (CMN) prorrogou até 15 de agosto as parcelas que vencem de 1º de maio a 14 de agosto.

 

CAMPEONATO – Pode ser suspenso até o dia 31 deste mês o Campeonato Brasileiro de Futebol, por causa da crise do Rio Grande do Sul, estado que tem três times na Primeira Divisão: Grêmio, Internacional e Juventude.

A Liga Forte União publicou nota assinada por 11 clubes de futebol brasileiros em que se manifesta a favor da paralisação dos jogos, como  “medida humanitária, consensual e de justiça de competição”. Espera-se posicionamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

 

MARANHÃO – Com chuvas caindo desde abril, o Maranhão tem atualmente 30 dos 217 municípios em estado de emergência.

Município de Santa Inês é o único em estado de calamidade pública, com rompimento de uma ponte e interrupção de algumas vias de acesso a povoados.

 

 

MUNICÍPIOS – Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pediu que  prefeitos apresentem contraproposta à desoneração da folha de pagamento de cidades de até 142 mil habitantes.

 

PIB – Previsão do mercado financeiro para o crescimento da economia brasileira neste ano subiu para 2,09%, segundo o boletim Focus do Banco Central (BC).

Previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerada a inflação oficial – em 2024 subiu para 3,76%. Para 2025, a projeção da inflação ficou em 3,66%.

Para o mercado financeiro, a taxa de juros Selic deve encerrar 2024 em 9,75% ao ano. Para o fim de 2025, a estimativa é de que a taxa básica caia para 9% ao ano.

 

LUCRO MENOR – Petrobras registrou lucro de 23,7 bilhões no primeiro trimestre deste ano, com queda de 37,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na comparação com o quarto trimestre, o recuo foi de 23,7%.

 

A queda no lucro teria sido influenciada, entre outros pontos, pela desvalorização do real frente ao dólar e pelo volume menor de vendas de óleo e derivados.

Com o resultado, a empresa informou que seu Conselho Administrativo aprovou o pagamento de R$ 13,45 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio aos acionistas.

 

ISENÇÃO – Setor produtivo brasileiro, representado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Confederação Nacional do Comércio (CNC) e Confederação da Agricultura e Pecuária, emitiu nota em apoio à Câmara dos Deputados.

As entidades defendem a proposta de revisão da isenção dos tributos federais sobre importações de até 50 dólares, em compras feitas em plataformas internacionais de comércio eletrônico.

A nota diz que “é impossível que a indústria e o comércio nacionais, que pagam em média 45% de impostos federais embutidos nos preços, concorram com os produtos importados que pagam muito menos”.

 

ECONOMIA – Índice Bovespa fechou ontem em 128.155 pontos, com alta de 0,43%.

MOEDAS – FONTE: BC

⬇ Dólar Comercial: R$ 5,15 (-0,13%)

⬇ Dólar Turismo: R$ 5,36 (-0,07%)

⬆ Euro Comercial: R$ 5,55 (+0,03%)

⬆ Euro Turismo: R$ 5,79 (+0,10%)

Por RENATO RIELLA

maio 13 2024

Interior do Rio Grande do Sul recebe voos da malha aérea emergencial

Os primeiros voo extras da malha aérea emergencial começam a chegar ao interior do Rio Grande do Sul. A medida foi anunciada na semana passada pelo Ministério de Portos e Aeroportos, Anac, ABR, Infraero, Abear e companhias aéreas.

Hoje (13), os voos foram para Passo Fundo, Santa Maria, Uruguaiana e Caxias. A malha aérea nas regiões faz parte do plano emergencial que prevê 116 voos semanais nesta primeira fase, sendo 88 no Rio Grande do Sul e 28 em Santa Catarina.

“Estamos vendo os primeiros voos extras chegando ao interior do Rio Grande do Sul garantindo, com isso, o direito de ir e vir da população neste momento delicado. Amanhã, nos reuniremos com o governador Eduardo Leite para discutir a malha e novas medidas. Gostaria de aproveitar para parabenizar a todo o setor aéreo pelo trabalho para garantir voos extras aos nossos irmãos gaúchos”, disse o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho.

Leia mais »

maio 13 2024

CBF decide dia 27 sobre paralisação do Campeonato Brasileiro por causa da tragédia no RS

Gramado da Arena do Grêmio está completamente alagado — Foto: Diego Baldi

Em nota, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que realiza no próximo dia 27 uma reunião especial para decidir que cancela os jogos do campeonato brasileiro por causa das chuvas no Rio Grande do Sul. Os clubes gaúchos, Grêmio, Inter e Juventude, enviaram ofício à Confederação na sexta-feira (10) pedindo o adiamento de três rodadas da competição. Ainda não houve resposta. Veja a nota oficial:

” Em virtude do estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul, decretado pelos Governos Federal e Estadual, decorrente dos eventos climáticos extremos ocorridos, a CBF adiou no dia 6 de maio todas as partidas envolvendo equipes gaúchas nas competições nacionais (Brasileiro Séries A, C e D, Copa do Brasil, Feminino A1, A2 e A3, e de base) como mandante ou visitante, previstas até o dia 27 de maio de 2024.

Tal decisão foi baseada no ofício no. 57/2024, oriundo da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), que encaminhou e endossou o pleito dos seus clubes filiados.

Leia mais »

maio 13 2024

Cerca de 80% dos pacientes que recebem marcapasso no Hospital de Base de Brasília têm doença de Chagas

Leia mais »

maio 13 2024

Enem será nos dias 3 e 10 de novembro; inscrições de 27 de maio a 7 de junho

Leia mais »

maio 13 2024

Presidente Lula adia viagem ao Chile em razão da crise no Rio Grande do Sul

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva adiou a viagem que faria ao Chile, em razão da crise no Rio Grande do Sul. O estado enfrenta a maior tragédia climática de sua história, após ser atingido por chuvas e enchentes desde o fim do mês de abril.

A visita à capital chilena Santiago estava prevista para os dias 17 e 18 de maio. As novas datas ainda não foram confirmadas.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o adiamento se deve à necessidade de acompanhar a situação e de coordenar o atendimento à população afetada, além das tarefas de reconstrução. Leia mais »

maio 13 2024

Número de mortos pelas chuvas no RS chega a 147; mais de 600 mil pessoas estão fora de casa

As fortes chuvas que atingem Rio Grande do Sul desde o fim de abril já deixaram 147 pessoas mortas, informa o boletim da Defesa Civil divulgado às 9h de hoje (13). O levantamento mostra ainda que há 806 feridos, e 127 continuam desaparecidos.

O número de pessoas que tiveram que deixar suas casas passa de 600 mil, com cidades inteiras embaixo d’água há dez dias.

As chuvas do fim de semana fizeram com que o lago Guaíba voltasse encher nas últimas horas. A medição mais recente da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, das 8h, mostrou que o nível estava em 4,80 metros, a cota de inundação é de três metros. Leia mais »

maio 13 2024

Começa hoje o prazo para pagamento da primeira parcela do IPTU

A parcela única ou a primeira parcela do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de 2024 e da Taxa de Limpeza Pública (TLP) vencem entre hoje (13) e sexta-feira (17), de acordo com o final da inscrição.

Quem optar pelo pagamento em cota única tem direito a 10% de desconto, desde que não tenha pagamentos em atraso. Para parcelar, o valor de cada cota não pode ser inferior a R$ 20. Caso a soma do valor do IPTU e da TLP seja inferior a R$ 40, o pagamento deverá ser feito integralmente.

A arrecadação do tributo é fundamental para financiar serviços de segurança, saúde e educação para a população do Distrito Federal.

Leia mais »

maio 13 2024

Programa Desenrola atende, a partir de hoje, MEIs, micro e pequenas empresas

Imagem de destaque do artigo

A Febraban e seus bancos associados, em parceria com o Ministério da Fazenda e o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, começam a oferecer, a partir de hoje (13), o Programa Desenrola Pequenos Negócios, para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI), micro e pequenas empresas.

O Desenrola Pequenos Negócios possibilita a renegociação de dívidas bancárias de MEI e empresas de micro e pequeno porte que faturem até R$ 4,8 milhões anuais. Ele atende ao contingente de empresas que carecem de oportunidades para renegociarem as suas dívidas, ao mesmo tempo que precisam obter recursos para manterem suas atividades em funcionamento.

Serão beneficiadas dívidas não pagas até 23 de janeiro de 2024. Leia mais »

maio 13 2024

Inscrições para seleção na UnDF são prorrogadas até o dia 19; são 620 vagas

As inscrições para o Processo Seletivo Estudantil 2024 da Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes/UnDF foram prorrogadas até o dia 19 de maio. Interessados em participar devem fazer a inscrição exclusivamente pela internet no endereço deste link.O novo cronograma da seleção está disponível no site da universidade.

De acordo comedital, a seleção dos candidatos será feita com base na nota de uma das últimas cinco edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – 2019, 2020, 2021, 2022 e 2023. A nota a ser considerada ficará a critério do candidato.

Para o processo seletivo deste ano são ofertadas 620 vagas distribuídas nos seguintes cursos: Pedagogia, Matemática, Engenharia de Software, Sistemas de Informação, Gestão Ambiental, Produção Cultural, Serviço Social, Gestão Pública e Gestão da Tecnologia da Informação. Há vagas também para as cinco novas graduações lançadas pela UnDF: Letras-Inglês, Atuação Cênica, Letras-Português, Dança e Ciência da Computação. Confira a tabela completa da oferta e distribuição dos cursos.

Leia mais »

maio 13 2024

Rio Grande do Sul recebe R$ 72 milhões para educação

O Ministério da Educação repassará ao Rio Grande do Sul R$ 72 milhões em crédito extraordinário para alimentação, limpeza e reforma das escolas afetadas pelas enchentes. Os repasses fazem parte da Medida Provisória nº 1.218, de 11 de maio de 2024, publicada no Diário Oficial da União ontem (12).

O governo federal enviará mais R$ 12,2 bilhões para o Rio Grande do Sul, por meio de um crédito extraordinário. Os recursos vão para os ministérios atuarem com ações emergenciais. Para apoiar a reconstrução da educação gaúcha, o Ministério  da Educação destinará seus R$ 72 milhões por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e pelo Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

O Ministério enviará uma parcela extra dos recursos federais do Pnae, de R$ 25,8 milhões às redes de ensino federal, estadual e municipal do Rio Grande do Sul. A parcela extra é somente para as áreas afetadas pela calamidade climática. A ação é essencial, já que muitas escolas perderam alimentos já adquiridos. Além disso, as perdas das produções agrícolas locais deverão levar à uma alta no preço dos alimentos. A medida é essencial para garantir alimentação dos estudantes em razão da interrupção das aulas presenciais, e para a retomada da merenda escolar nos padrões do PNAE assim que retomarem as aulas. Serão beneficiados 1,7 milhão de estudantes da educação básica. Leia mais »

maio 13 2024

CLDF comemora hoje os 55 anos do Guará

Guará completa 54 anos com mais de R$ 300 milhões de investimentos em 2023  | Agência Brasília
A Câmara Legislativa do DF promove hoje (13), às 19h, sessão solene em comemoração aos 55 anos do Guará. A iniciativa é da deputada distrital Dayse Amarilio (PSB).. A solenidade será na Administração da cidade.

O nome Guará homenageia o córrego que atravessava a região. A palavra vem do tupi “auará”, que significa “vermelho”. O lobo-guará, muito comum no cerrado e que deu o nome ao rio, é chamado assim em razão da sua cor avermelhada.

O Guará é uma das Regiões Administrativas do Distrito Federal com a maior renda per capita. Próximo ao Setor de Indústrias, transformou-se em uma das áreas mais valorizadas do DF, já que está no eixo entre o núcleo do poder e as outras regiões administrativas. (CLDF – Agência Brasília).

maio 13 2024

As 14 agências do trabalhador do DF têm hoje 432 vagas de emprego

Curso Livre - Formação Básica em Panificação - Senac São Paulo

As agências do trabalhador do Distrito Federal iniciam a semana com 432 vagas de emprego abertas. Hoje (13), o cargo com salário mais atrativo é o de gerente comercial, sem local fixo de atuação. É uma oportunidade com oferta de R$ 8 mil, que exige ensino superior completo. O posto de analista de sistema também se destaca: são duas vagas com remuneração de R$ 5 mil, sem local fixo e cobrança de graduação completa em tecnologia da informação.

Há cinco vagas para técnico de enfermagem (R$ 2.080), quatro para gerente de serviços de saúde (R$ 3.400), três para supervisor de atendimento ao cliente (R$ 3.400), duas para motorista entregador (R$ 2.300), duas para analista de sistemas (R$ 3.500), uma para analista de marketing (R$ 3.100) e uma para desenhista de páginas da internet (R$ 2.000).

Em Samambaia, a demanda é por um mecânico de refrigeração (R$ 3.000) e um mecânico de auto em geral (R$ 2.000), enquanto em Planaltina há duas chances para padeiro (R$ 2.500) e duas para confeiteiro (R$ 2.500). Leia mais »

maio 13 2024

AUMENTA RISCO NO RS (NEWS RENATO RIELLA)

Todas as atenções no Brasil estão voltadas para o Rio Grande do Sul, onde a situação se complica ainda mais. Fortes chuvas devem provocar novas enchentes nesta semana.

Defesa Civil e Centro Nacional de Monitoramento informam que a situação deve se agravar hoje (13) e amanhã (14), com inundações severas e possíveis deslizamentos.

As áreas afetadas são as mesmas prejudicadas pelas chuvas em: centro-norte e nordeste do estado e a Região Metropolitana de Porto Alegre.

Na capital, o nível do rio Guaíba pode bater 5,50 metros, o que seria um novo recorde. No sul do estado, a Lagoa dos Patos não para de subir. As enchentes avançam sobre as cidades de Pelotas, Rio Grande e São Lourenço do Sul.

Defesa Civil indica que são 145 mortos e 132 desaparecidos. Mais de 600 mil pessoas estão fora de casa.

Para completar, na quarta-feira (15), Porto Alegre deve ter mínima de 8ºC. Em Caixas do Sul, a previsão é de geada e mínima de 2ºC.

 

DÍVIDA – Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o Rio Grande do Sul poderá ficar até dois anos sem pagar as parcelas da dívida do estado com a União. A suspensão seria temporária.

Serão R$ 8 bilhões para o estado destinar à reconstrução.

 

CRÉDITO – Governo Federal editou medida provisória com crédito extraordinário de R$ 12,2 bilhões para ações emergenciais a municípios gaúchos.

Linhas de crédito serão voltadas a segurança alimentar, manutenção de abrigos, liberação de parcelas do seguro desemprego, reconstrução de infraestrutura rodoviária e compra de estoques de arroz.

 

DÍVIDAS – Desenrola Pequenos Negócios, programa de renegociação de dívidas para empresas do Governo Federal, começa hoje (13).

Será oferecida aos pequenos empresários a possibilidade de renegociar dívidas com descontos que vão de 40% a 90%.

Também prevista linha de crédito específica para as microempresas: o ProCred 360, versão atualizada do Pronampe.

 

PLANO SAFRA – Montante de desembolso do crédito rural do Plano Safra 2023/24 atingiu R$ 347,2 bilhões de julho de 2023 a abril de 2024. Representa aumento de 15% em comparação com o mesmo período da safra anterior, segundo o Ministério da Agricultura.

O valor é destinado para custeio, investimento, manutenção e distribuição. Custeio recebeu R$ 191 bilhões em aplicação e investimento, R$ 83 bilhões. As operações voltadas para comercialização registraram R$ 45 bilhões — e as destinadas à industrialização, R$ 27 bilhões.

 

PETROBRAS – Expectativa hoje para a Petrobras (PETR4), que divulga os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2024, o que ocorrerá após o fechamento do pregão, no final da tarde.

Há perspectiva de um lucro menor, mas com possível pagamento bilionário de dividendos ordinários. O mercado também espera decisão sobre a parcela dos proventos extras que a Petrobras decidiu reter anteriormente.

 

ECONOMIA – Índice Bovespa, da Bolsa de Valores, fechou em 127.600 pontos na sexta-feira (10), com queda de 0,46%.

MOEDAS – FONTE: BC

Dólar comercial: 5,1573 (0,29%)

Dólar turismo: 5,3656 (0,08%)

Euro comercial: 5,5550 (0,20%)

Euro Turismo – 5.7929(0,03%

RENATO RIELLA

maio 12 2024

Rio Grande do Sul tem mais de 700 abrigos temporários e 80 mil pessoas acolhidas

CHUVAS NO RS - ABRIGOS - Porto Alegre, RS, Brasil - 09/05/2024 - Abrigo de acolhimento das famílias da enchente do Guaíba no Centro Vida. Local: Centro Vida, Av. Baltazar de Oliveira Garcia - Costa E Silva. Fotos: Pedro Piegas/PMPA

O Rio Grande do Sul contabiliza, até o momento, 722 abrigos temporários, montados em decorrência das fortes chuvas, inundações e enxurradas que atingem o estado desde o fim de abril.

O levantamento da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) do estado foi feito com base em informações das secretarias municipais de Assistência Social. Segundo as informações oficiais mais recentes, há um total de 81.170 pessoas em abrigos no RS. O número de cidades afetadas chega a 446 dos 497 municípios gaúchos.

O número de abrigos e de desabrigados ainda pode flutuar, explicou o secretário de Desenvolvimento Social do RS, Beto Fantinel, à medida que algumas pessoas voltam para suas casas ou as deixam, conforme a passagem das águas. “Os abrigos funcionam conforme a demanda dos atingidos, que varia de forma constante”, explicou.

Leia mais »

maio 12 2024

Morre a deputada federal Amália Barros (PL)

Amália Barros, deputada federal por Mato Grosso, tinha 39 anos — Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

deputada federal Amália Barros (PL) morreu aos 39 anos, informou um comunicado oficial publicado em sua conta no X (antigo Twitter) na madrugada de hoje (12). Ela estava internada desde o dia 1º de maio por conta de um nódulo no pâncreas.

Eleita deputada federal em 2022 por Mato Grosso, Amália era vice-presidente do PL Mulher nacional e integrou as comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, dos Direitos da Mulher e da Educação na Câmara dos Deputados.

Paulista de Mogi Mirim e formada em Jornalismo, Amália Barros perdeu a visão do olho esquerdo aos 20 anos por conta de uma toxoplasmose. Após passar por 15 cirurgias, ela teve que remover o olho e passar a usar uma prótese ocular em 2016.

Leia mais »

maio 12 2024

Força tarefa transporta doações de portugueses aos gaúchos

Em Portugal, a embaixada brasileira e o consulado receberam dos portugueses e dos brasileiros residentes no país mais de 200 toneladas de donativos para os desabrigados e desalojados no Rio Grande do Sul.

Para que os produtos arrecadados cheguem nas mãos de quem mais precisa, o Ministério de Portos e Aeroportos (MPor), Casa Civil da Presidência da República, Ministério da Defesa e Ministério das Relações Exteriores, estão articulando com as companhias aéreas e empresas de navegação o transporte desses donativos.

No momento, estão priorizados o envio e distribuição de medicamentos e equipamentos médicos pelo modal aéreo.

Leia mais »

maio 12 2024

Morre primeiro paciente a receber rim de porco geneticamente alterado

 

Primeiro paciente a receber rim de porco em transplante morre dois meses após cirurgia nos EUA

O primeiro paciente a receber o transplante de um rim de porco morreu dois meses após a cirurgia nos Estados Unidos. O americano Richard Slayman, 62 anos, realizou o procedimento no Massachusetts General Hospital em março. A informação foi confirmada pelo hospital e pela família do paciente ontem (11).

Os cirurgiões estimavam que sua sobrevida com o órgão fosse de no mínimo dois anos. No comunicado, a equipe médica do hospital lamentou a morte de Slayman e disse que não existem indícios de que a morte seja resultado do transplante.

Os familiares de Slayman divulgaram uma nota de agradecimento à equipe médica por prolongar sua vida.

Leia mais »

maio 12 2024

Nível do Guaíba sobe com as chuvas do fim de semana e chega 4,64 metros

Leia mais »

maio 12 2024

Polícia Federal fecha garimpo ilegal em terra Kayapó

e7c30157-7e87-4e21-8ab1-75c6a4a8fa29.jfif

A Polícia Federal deflagrou, sexta-feira (10), operação de combate a crimes ambientais e de extração ilegal de minérios na Terra Indígena Kayapó, município de Bannach/PA.

Na região conhecida como “Garimpo da Pista Branca”, foram fechados três garimpos de ouro clandestinos, inutilizadas três escavadeiras hidráulicas, quatro motores, três estruturas de apoio, duas caixas de coleta de ouro (estrovengas) e uma moto. Também foi arrecadado um celular.

Ninguém foi preso na ação, mas a Polícia Federal identificou os responsáveis pelos crimes e buscará a responsabilização deles nos inquéritos que serão instaurados. Leia mais »

maio 12 2024

Averiguação e revisão cadastral do Bolsa Família no RS estão suspensos até dezembro

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) adotará, a partir da próxima semana, medidas especiais destinadas às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família no Rio Grande do Sul. Para garantir que a vulnerabilidade das famílias não seja ampliada, o MDS suspenderá as ações de averiguação e revisão cadastral no estado até dezembro de 2024.

A medida visa a manter os pagamentos de benefícios e suspender repercussões que resultem na interrupção do pagamento dos benefícios, como bloqueios e cancelamentos. Mais de 252 mil famílias haviam sido convocadas no estado para regular seus cadastros. 

Além disso, as famílias que teriam seus pagamentos interrompidos a partir de maio, em razão de não regularização cadastral dentro dos prazos e procedimentos estabelecidos por esses processos, terão os pagamentos retomados para que sigam recebendo o Bolsa Família.

Leia mais »

maio 12 2024

UMA MÃE CHEIA DE HISTÓRIAS (Renato Riella)

Mãe? Tive uma mãe finíssima – diferente de qualquer outra.

Cecília nunca se alterava – e nunca chorava. Dizia que suas lágrimas secaram. Quando vim para Brasília, há 50 anos, se despediu de mim na porta, rindo tristemente.

 

Tinha motivo para não mais chorar. Com 12 anos, cuidou durante dois anos da própria mãe, Firmina. Esta minha avó administrava muito bem, deitada numa casa, uma casa com cinco filhos, enquanto morria lentamente de tuberculose (na década de 40, ainda não havia qualquer remédio). Lembro que Castro Alves e Noel Rosa morreram assim, bem novos.

 

Sobre isso, Cecília me contou, falando baixinho como sempre: “Um dia, minha mãe pediu que eu levasse ela para tomar banho. Ajudei no que pude. Depois se deitou, pediu para vestir a roupa que mais gostava. E me disse que finalmente ia embora.  Horas depois morreu, segurando minha mão”.

 

Relato isso porque fui o primogênito de toda a família – de todos os primos e irmãos. Desde muito pequeno, me tornei confidente da minha mãe. Ela era muito nova, casada com um cara legal, mas 12 anos mais velho. Me falava das coisas mais pesadas, esquecendo que o interlocutor tinha apenas seis ou sete anos. Eu adorava – e anotava tudo na memória. Perguntava, provocava e pedia mais. Show!

 

Quase todo dia Cecília costurava. Na fase final da vida, fez roupas por encomenda para mulheres ricas e importantes de Salvador.

Enquanto ela trabalhava, muitas vezes eu fiquei deitado no chão frio (remédio contra o calor), de short e sem camisa, ouvindo clássicos como Caymmi, Luiz Gonzaga, o russo Tchaikovski e a sapoti Ângela Maria.

 

Cecília tinha fantástico gosto musical – acho que era a razão da vida dela. Meu avô Paulo foi sempre muito egoísta, mas Cecília conseguiu se aproximar dele porque passou a tocar bandolim muito bem (Paulo foi músico da Orquestra do Exército e tinha orgulho da filha artista).

 

Só vi Cecília chorar uma vez. Foi quando minha filha Nara estava grávida e a avó perguntou o nome da menina que ia nascer. Resposta: “Vai ser Cecília!” As lágrimas retidas durante décadas desabaram. Se sentiu imortalizada na família.

 

Desde os 17 anos, sempre tive forte vocação para repórter. Herdei isso da Cecília. Enquanto costurava, ela todo dia me relatava algum caso, que um dia vou botar em livro.

 

Contou que meu avô tinha uma pensão ao lado da estação ferroviária de Salvador. Os hóspedes eram homens do interior, todos com forte sotaque nordestino.

 

Cecília e os quatro irmãos mais novos, órfãos desde muito cedo, eram criados junto com a clientela da pousada.

De noite, um fazendeiro bem ignorante sentou-se na mesa, em frente de Cecília, admirando a adolescente branquinha e magrinha, estudante de ginásio.

 

Este homem nem tirou o chapéu quando se instalou, todo poderoso que se sentia. Pediu sopa. Ao receber o prato, exigiu quantidade maior. Cecília só ficou registrando, com faro de repórter e sem preconceito (repórter adora aberração).

 

Quando chegou o pratão de sopa, o hóspede gritou: “Quero farinha!”. Veio a farinheira e ele cobriu a sopa com forte camada. Depois olhou para Cecília e demonstrou alguma simpatia, ao tentar ensinar algo:

-“Menina, eu sou assim. Tudo o que vou comer tem de ter muita farinha. Por isso sou forte. Farinha dá sustança!”

 

Minha pequena mãezinha me contou este caso e riu feliz, intensamente, como nunca fazia. Pena não ter fotografado a sopa afarinhada! Ainda não havia celular.

 

Cecília depois definiu: “O homem era um autêntico tabaréu”.

Tabaréu é um tipo que só existe no Nordeste: forte e ignorante, sentindo-se sempre dono do mundo – e sem senso de ridículo.

 

As histórias de Cecília são inesquecíveis. De repente, variam do drama para o humor mais engraçado. Valem ouro.

Ótimo para marcar o Dia das Mães.

 

E quem quiser que conte outra!

 

maio 12 2024

Defesa Civil confirma 143 mortes pela enchentes no RS

Leia mais »

maio 12 2024

Governo abre crédito extraordinário de R$ 12,2 bilhões para o Rio Grande do Sul

Design sem nome (1).jpg

O Governo Federal publicouMedida Provisória nº 1.218/2024, que abre crédito extraordinário de R$ 12.179.438.240,00 para que diversos órgãos do Governo Federal possam executar as ações necessárias no atendimento aos municípios afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Com esse crédito, já são mais de R$ 60 bilhões disponibilizados pelo Governo Federal ao estado gaúcho.

O valor também contempla medidas já anunciadas e referentes à Medida Provisória nº 1.216/2024 que autoriza linhas de crédito (FGI, FGO, Pronampe e Pronaf/Pronamp), às medidas de apoio à segurança alimentar (Programa de Aquisição de Alimentos e cestas básicas), abrigamento e parcela extra do SUAS, parcelas extras do seguro desemprego, serviços para a saúde primária, especializada e vigilância epidemiológica, assistência farmacêutica e contratação temporária de profissionais e também para aquisição e equalização de 100 mil toneladas de arroz.

Estão contempladas também ações que envolvem a reposição de medicamentos perdidos nas enchentes; garantia do atendimento nos postos de saúde e hospitais; reconstrução de infraestrutura rodoviária. Estão incluídas ainda ações da Defesa Civil e de atendimentos emergenciais executados pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional.

Leia mais »

maio 12 2024

Gama vai ganhar um Centro de Atenção Psicossocial – Caps

Anunciada na sexta-feira (10) licitação para construção do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) no Gama. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) é a responsável pela execução desse projeto que atenderá o público da região.

O Departamento de Compras da Novacap já anunciou detalhes específicos sobre a licitação para a construção do Caps tipo III no Gama. O processo licitatório, marcado para 4 de junho, segue o tipo menor preço em modo de disputa fechado. Com um valor estimado de R$ 4.665.748,03, os documentos pertinentes ao edital e seus anexos estão disponíveis para consulta nos sites oficiais, com suporte adicional provido pelos canais de contato da Novacap.

“A Novacap desempenha um papel central em todo o processo, sendo responsável não apenas pela elaboração dos projetos, mas também pela licitação e fiscalização das obras”, destaca o presidente da Novacap, Fernando Leite. “A transparência na gestão e execução desses projetos é garantida através da publicação detalhada de cada etapa nos sites oficiais, facilitando o acesso e o acompanhamento público”.

Leia mais »

maio 12 2024

Mais de 350 municípios gaúchos ainda não requisitaram recursos emergenciais

Uma fonte de recursos disponível sem burocracia no Governo Federal ainda não foi usada por cerca de 375 dos 445 municípios em estado de calamidade no Rio Grande do Sul. Dinheiro emergencial que pode ser usado para compra de água, combustível, itens para cozinhas comunitárias, banheiros químicos e equipagem de abrigos, por exemplo, disponível via Defesa Civil Nacional

“Simplificamos as propostas para que os recursos possam ser destinados rápido. Reforçamos as equipes em 100% da capacidade de analistas na Defesa Civil Nacional para aprovar os planos de forma ágil. É um dinheiro diretamente nas contas das prefeituras, que pode ser usado para vencer parte das adversidades”, explicou o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes

Com o trâmite facilitado, basta ao município formalizar o pedido por ofício ao Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional (MIDR). As cidades com até 50 mil pessoas recebem R$ 200 mil. Os municípios na faixa entre 50 mil a 100 mil têm direito a R$ 300 mil. Por fim, cidades com mais de cem mil moradores recebem R$ 500 mil.

Leia mais »

maio 12 2024

Vencimento da primeira parcela do IPTU começa amanhã

Maioria dos moradores de Taguatinga é de fora do Distrito Federal | Agência Brasília

Os proprietários de imóveis devem ficar atentos ao prazo de vencimento das parcelas do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de 2024. A parcela única ou a primeira parcela do tributo e da Taxa de Limpeza Pública (TLP) vencem entre segunda-feira (13) e sexta-feira (17), de acordo com o final da inscrição.

O contribuinte que optar pelo pagamento em cota única tem direito a 10% de desconto, desde que não tenha pagamentos em atraso. Para parcelar, o valor de cada cota não pode ser inferior a R$ 20. Caso a soma do valor do IPTU e da TLP seja inferior a R$ 40, o pagamento deverá ser feito integralmente.

A arrecadação do tributo é fundamental para financiar serviços de segurança, saúde e educação para a população do Distrito Federal.

Leia mais »

maio 12 2024

Bancos iniciam amanhã o Desenrola para MEIs, micro e pequenas empresas

Cursos de Costureiro e Desenho de Joias Gratuitos Senac 2018 - Vagas

A Febraban e seus bancos associados, em parceria com o Ministério da Fazenda e o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, começarão a oferecer, a partir de amanhã (13), o Programa Desenrola Pequenos Negócios, voltado para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI), micro e pequenas empresas.

O Desenrola Pequenos Negócios possibilitará a renegociação de dívidas bancárias de MEI e empresas de micro e pequeno porte que faturem até R$ 4,8 milhões anuais. Ele atende ao contingente de empresas que carecem de oportunidades para renegociarem as suas dívidas, ao mesmo tempo que precisam obter recursos para manterem suas atividades em funcionamento.

Serão beneficiadas dívidas não pagas até 23 de janeiro de 2024. Leia mais »

maio 11 2024

População em situação de rua tem mais refeições gratuitas nos restaurantes comunitários

A partir de segunda-feira (13), a população em situação de rua do Distrito Federal passará a receber, de forma gratuita, café da manhã e jantar nos restaurantes comunitários que disponibilizam as duas ou uma das duas refeições em seus cardápios.

A medida faz parte de um decreto publicado pelo governador Ibaneis Rocha em abril em que altera uma norma anterior onde apenas o almoço era gratuito nas 16 unidades.

Agora, todas as refeições servidas pelas unidades passam a ser servidas sem custos a esse público, de acordo com a oferta de cada restaurante.

Onde há disponibilidade de café da manhã, almoço e jantar, essas três refeições serão distribuídas à população de rua sem custos. Naquelas onde há café da manhã e almoço, as duas são gratuitas, e nos restaurantes que servem apenas o almoço segue essa mesma lógica. Leia mais »

maio 11 2024

Governo pede que a CBF suspenda o Campeonato Brasileiro de Futebol

Governo defende suspensão temporária dos Campeonatos Brasileiros de Futebol

O Ministério do Esporte (MEsp) defendeu junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a suspensão temporária dos campeonatos brasileiros de futebol brasileiro masculino e o feminino.

O ofício enviado ontem (10), assinado pelo ministro do Esporte, André Fufuca, destaca o Estado de Calamidade Pública, decretado pelo Governo do Estado e reconhecido pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, e solicita a paralisação dos campeonatos.

Segundo Fufuca, é hora de concentrar esforços no apoio às vítimas, na reconstrução das áreas afetadas e na mitigação dos impactos causados pela tragédia. “A dimensão humana precisa vir antes da esportiva. A preocupação maior é com a integridade física e psicológica dos atletas, torcedores e demais envolvidos. Defendemos que os campeonatos sejam paralisados. É um prejuízo humanitário de um lado e esportivo também. Parar por duas semanas seria razoável”.

Leia mais »

maio 11 2024

Número de mortos no RS sobe para 136; chuvas afetam quase dois milhões de pessoas

Os temporais que atingem o estado do  Rio Grande do Sul  desde segunda-feira (29) causaram 136 mortes, segundo o boletim da Defesa Civil divulgado por volta das 9h de hoje (11). 

O número de desaparecidos se mantém 141. Os feridos são 756. Ainda, a Defesa Civil do estado informa que 74.153 pessoas e 10.348 animais foram resgatados.

O órgão contabiliza mais de 339.928 pessoas desalojadas. O número de pessoas em abrigos caiu de 71.409 para 71.398. Ao todo, 444 dos 496 municípios do estado registraram algum tipo de problema, afetando 1.951.402 pessoas. Leia mais »

maio 11 2024

Moradores que relutavam em deixar suas casas chegam aos abrigos de Porto Alegre

PUCRS lança cartilha para garantir segurança de crianças em abrigos |  Agência Brasil

Porto Alegre está com cerca de 13 mil desabrigados, distribuídos em 130 abrigos, segundo dados da prefeitura. Só no centro de triagem montado no Clube Geraldo Santana, na zona leste, já passaram 15 mil pessoas, sendo que uma boa parte se realocou na casa de amigos ou parentes, o que os coloca na situação de desalojados.

Nos últimos dias, porém,  um outro perfil de desabrigado tem chegado ao local. São pessoas que relutaram em sair de suas casas, com medo de saques, mas que ficaram sem comida ou condições básicas de moradia, pediram resgate e agora buscam auxílio.

Ao acessarem o centro de triagem, todos recebem atendimento psicológico e um kit básico, com roupas, artigos de higiene e comida. Após, são encaminhados a algum abrigo mais próximo, que tenha capacidade de atendimento. Leia mais »

maio 11 2024

Câmara Legislativa vai ao Guará comemorar os 55 anos da cidade

A Câmara Legislativa do DF realiza na segunda-feira (13), às 19h, sessão solene em comemoração aos 55 anos do Guará. A iniciativa é da deputada distrital Dayse Amarilio (PSB), moradora da região. A solenidade será na Administração da cidade.

O nome Guará homenageia o córrego que atravessava a região. A palavra vem do tupi “auará”, que significa “vermelho”. O lobo-guará, muito comum no cerrado e que deu o nome ao rio, é chamado assim em razão da sua cor avermelhada.

O Guará é uma das Regiões Administrativas (RAs) do Distrito Federal com a maior renda per capita. Próximo ao Setor de Indústrias (SIA), transformou-se em uma das áreas mais valorizadas do DF, já que está no eixo entre o núcleo do poder e as outras regiões administrativas. (CLDF).

maio 11 2024

GDF envia especialistas em calamidades e gestão de abrigos para o RS

O Governo do Distrito Federal (GDF) envia para o Rio Grande do Sul (RS), na segunda-feira (13), uma equipe especialista em calamidades e gestão de abrigos para auxiliar nas demandas decorrentes dos temporais e enchentes. O transporte dos servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF) será feito pela Força Aérea Brasileira (FAB), às 8h, partindo da Base Aérea de Brasília.

A comitiva é composta pelo secretário-executivo da Sedes-DF, Jean Marcel Pereira Rates, e dois servidores da pasta. O objetivo inicial será entender como o Distrito Federal pode ajudar de forma efetiva a organização dos acolhimentos provisórios que foram montados nas áreas mais afetadas.

Inicialmente, a equipe ficará em Porto Alegre e seguirá no RS por um período de até dez dias. Ao final da missão, será avaliada a necessidade de ampliação da equipe ou da estadia na região, bem como o revezamento dos servidores enviados.

Leia mais »

maio 10 2024

Suspensão de prazos de ações envolvendo RS e advogados gaúchos segue até fim do mês

Fachada do palácio do Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília (DF)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, ampliou suspensão da contagem dos prazos processuais de todas as ações em andamento no STF que envolvam o Estado do Rio Grande do Sul ou seus municípios, bem como daquelas que sejam oriundos das varas e tribunais do estado ou cujas partes sejam representadas exclusivamente por advogados inscritos na seccional gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS).

A suspensão, que inicialmente terminaria hoje (10), foi ampliada para o dia 31 deste mês, em razão das graves consequências do estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul, e atende a pedido do Conselho Federal da OAB. (STF – EBC)

maio 10 2024

Prefeituras do RS pedem evacuação imediata de cidades do extremo sul

As prefeituras de Pelotas, São Lourenço, e Rio Grande, no Rio Grande do Sul, pediram a evacuação imediata da área. Desde quarta-feira (8), as cidades estão em alerta máximo devido às condições climáticas.

O alerta ocorre também por conta do nível da Lagoa dos Patos, que deve chegar a 2,6 metros.

Segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil do estado, a lagoa chegou a 2,25 metros na manhã de hoje(10). Leia mais »

maio 10 2024

Petrobras reduz preços do gás natural para distribuidoras

A Petrobras anunciou hoje (10) a redução em 1,5% do preço médio do metro cúbico de gás natural vendido às distribuidoras. O último ajuste havia foi realizado em fevereiro

A redução, segundo a Petrobras, reflete as atualizações previstas em contrato, e o efeito dos novos produtos e contratos de venda de gás natural que tiveram início em janeiro.

A depender dos contratos e volumes movimentados, as distribuidoras terão uma redução adicional de até 10% nos preços da molécula de gás, ampliando a queda já acumulada da ordem de 25% no preço médio da molécula desde o início 2023, com potencial de atingir uma redução de até 35%.

Leia mais »

maio 10 2024

Governo autoriza importação de arroz; Conab vai executar as operações de compra

arroz

O Governo Federal autorizou hoje (10) a importação, em caráter excepcional, de até um milhão de toneladas de arroz pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O objetivo é recompor os estoques públicos para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes dos eventos climáticos extremos ocorridos no Rio Grande do Sul.

A ação foi tomada por meio da Medida Provisória (MP) Nº 1.217, publicada em edição extra do Diário Oficial ontem. De acordo com o documento, a compra de arroz por meio de leilões públicos, a preço de mercado, é válida para 2024. Os estoques serão destinados, preferencialmente, à venda para pequenos varejistas das regiões metropolitanas.

“Além de não deixar faltar arroz no País, com esta medida, vamos garantir que o preço não suba em função da especulação de alguém que queira se aproveitar da situação que vive o Rio Grande do Sul”, afirmou o presidente da Conab, Edegar Pretto.  Leia mais »

maio 10 2024

Governo entrega 914 unidades do Minha Casa, Minha Vida em Maceió (AL)

“Nós queremos ser a geração que tirou esse país da miséria e deu decência, dignidade e respeito a esse país. É preciso tirar da cabeça da elite política desse país que pobre gosta de miséria. Pobre não gosta de miséria. A gente não é pobre porque a gente escolhe ser pobre. A gente é pobre porque a gente não teve oportunidade de estudar”.

Dirigidas hoje (10) a uma plateia formada por centenas de famílias da comunidade Vergel – Orla Lagunar, em Maceió (AL), as palavras do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham um significado que elas, a maioria pescadores de regiões ribeirinhas, entendem. As 914 unidades habitacionais do Conjunto Residencial Parque da Lagoa entregues hoje em mais uma etapa do programa Minha Casa, Minha Vida representam dignidade e segurança. .

A área em que foi construído o residencial tinha grande vulnerabilidade social, com condições precárias, e está passando por revitalização, incluindo uma orla e vias de circulação pública às margens da Lagoa Mundaú. Leia mais »

maio 10 2024

Correios ampliam recebimento de doações para o RS; dez mil agências de todo o País

10052024_operacao_correios_lajeado32.jpg

Os Correios ampliaram os recebimentos de doações aos atingidos pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul para agências de todo o Brasil. Mais de dez mil unidades do país passam a receber itens como água (prioritário), alimentos da cesta básica, material de higiene pessoal, material de limpeza seco, roupas de cama e de banho e ração para pet.

A entidade é responsável pelo transporte dos donativos aos moradores do estado gaúcho e já arrecadou mais de 1,5 mil toneladas de donativos para distribuição à população afetada. Mais de mil toneladas já foram entregues.

As doações são enviadas ao estado por meio de caminhões da empresa sem custos para quem faz a doação. Se possível, a empresa pede que o doador embale e identifique o tipo de material, mas não é uma exigência.

Leia mais »

maio 10 2024

Mudanças na regularização fundiária urbana favorecem ocupantes de áreas públicas

Ville de Montagne e parte do Solar de Brasília recebem certidão de  regularização fundiária | Agência Brasília

A Regularização Fundiária Urbana (Reurb) no Distrito Federal sofreu alterações para trazer melhores condições e segurança jurídica aos ocupantes de terrenos não legalizados. As novas medidas estão em vigor desde hoje(10), com a publicação do Decreto nº 45.781/2024 no Diário Oficial do DF.

O decreto foi anunciado ontem pelo governador Ibaneis Rocha durante agenda em Vicente Pires. O chefe do Executivo afirmou que a norma vai acelerar o processo de regularização da cidade.

“Nós simplesmente fizemos um trabalho de esclarecimento para facilitar, tanto junto à Terracap quanto à Seduh [Secretaria de Desenvolvimento Urbano], o cadastramento dos projetos urbanísticos e o cadastramento dos projetos das residências e dos prédios comerciais, para que a gente possa atingir o nosso objetivo, que é regularizar toda essa região”, disse Ibaneis Rocha. Leia mais »

maio 10 2024

ANTT libera pedágio para cargas com donativos acompanhados de viatura oficial

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nova medida emergencial para agilizar e facilitar o transporte e a distribuição de donativos às comunidades afetadas no estado Rio Grande do Sul, que vivencia eventos climáticos adversos e severos.

A Portaria, além de manter todas as medidas e flexibilizações já anunciadas, estabelece que veículos de transporte rodoviário de cargas que transportem donativos destinados à população atingida pela calamidade pública no estado terão o pagamento de pedágio dispensado nas rodovias federais concedidas em todo o Brasil, desde que acompanhados por uma viatura oficial de qualquer órgão público.

O objetivo é facilitar o fluxo de suprimentos essenciais para as áreas afetadas, garantindo que a ajuda humanitária chegue de forma rápida e eficiente

Leia mais »

maio 10 2024

Mais de 13 milhões de pessoas devem ir às compras pelo Dia das Mães na última hora

Dia das Mães 2023: expectativa de 22,5% de crescimento nas vendas no comércio do Distrito Federal – Instituto Fecomercio DF

Levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise, estima que aproximadamente 13,7 milhões de brasileiros devem comprar os presentes em cima da hora, ou seja, nestes poucos dias que antecedem a data. No total, a data deve levar 128 milhões de brasileiros às compras, com uma movimentação de R$ 40,21 bilhões no comércio e serviços.

O presidente da CNDL, José César da Costa, alerta para a importância de o consumidor manter o planejamento dos gastos mesmo às vésperas da data.

“Com o velho hábito do brasileiro de deixar tudo para a última hora, os próximos dias prometem ser de lojas cheias no comércio de rua e nos shopping centers. E na correria para garantir os presentes, muitas pessoas acabam recorrendo ao parcelamento de forma impensada ou compram o produto na primeira loja que visitam. O recomendado é estabelecer um limite para os gastos e sair de casa com o dinheiro contado. Isso ajuda a evitar que o consumidor gaste além do valor previsto”, afirma. Leia mais »

maio 10 2024

Prefeituras partilham hoje quase R$ 7,8 bilhões do FPM

As prefeituras partilham hoje (10) quase R$ 7,8 bilhões referentes à primeira parcela de maio do Fundo de Participação dos Municípios. É o segundo aumento consecutivo do FPM, que também registrou alta no último repasse de abril.

No primeiro repasse de maio de 2023, os municípios receberam cerca de R$ 7,3 bilhões. Se considerada a inflação de 3,9% nos últimos 12 meses, a transferência desta sexta-feira é 2,4% maior do que a do ano passado.

Cesar Lima, especialista em orçamento público, diz que o resultado positivo afasta o temor de que os repasses entrariam em uma tendência de queda, após duas quedas consecutivas no mês de abril.  Leia mais »

maio 10 2024

Barômetros globais avançam em maio e estabilizam em nível moderado

O Barômetro Econômico Global Coincidente avança 0,3 ponto em maio, para 93,5 pontos, enquanto o Barômetro Antecedente avança 1,6 ponto, alcançando 102,8 pontos. A leve alta do Barômetro Coincidente foi determinada principalmente pelo avanço na Europa, enquanto a alta do Antecedente foi motivada por altas no Hemisfério Ocidental e na região da Ásia, Pacífico & África.

“As altas dos Barômetros Globais Coincidente e Antecedente em maio corroboram o cenário de crescimento moderado, mas superior ao previsto, para a economia mundial em 2024, com demonstrações de resiliência das economias desenvolvidas, principalmente dos EUA, e em países em desenvolvimento. O mercado de trabalho continua exibindo bons resultados levando a uma postergação da esperada distensão da política monetária em diversos países. Ainda que persistam riscos geopolíticos, no front inflacionário e nos desafios fiscais pós pandemia, a economia mundial caminha para uma aterrissagem suave do ciclo de alta de juros. As projeções de crescimento para a economia global foram revisadas recentemente para cima por órgãos como a OCDE, que agora projeta 3,1% de crescimento para 2024 e de 3,2% em 2025.”,avalia Aloisio Campelo Jr., pesquisador do FGV Ibre. Leia mais »

maio 10 2024

Preços da construção variam 0,41% em abril; maior taxa desde setembro de 2022

Índice de Confiança da Construção recua pelo segundo mês, diz FGV | Agência Brasil

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi)  teve variação de 0,41% em abril. A taxa é 0,34 ponto percentual maior do que o índice registrado em março (0,07%). Esta é a maior taxa observada desde setembro de 2022. Com isso, o acumulado do Sinapi nos últimos 12 meses é de 2,51%, acima dos 2,36% verificados nos 12 meses imediatamente anteriores. O índice de abril de 2023 foi de 0,27%. Os dados foram divulgados hoje (10) pelo IBGE.

“A parcela dos materiais apresentou variação de 0,11%, mantendo o patamar dos últimos meses. Foi observada queda de 0,02 ponto percentual em relação a março e de 0,31 ponto percentual quando comparado com abril de 2023. Já a parcela de mão de obra, influenciada pela captação de três dissídios coletivos no mês, apresentou variação de 0,83%, registrando alta tanto em relação ao mês anterior, março, quanto ao mesmo mês do ano anterior, sendo  0,85 ponto percentual acima da taxa registrada em março de 2024 e 0,78 ponto percentual acima do registrado em abril de 2023.”, afirma Augusto Oliveira, gerente do Sinapi.

Os acumulados em 2024 ficaram em 0,55% na parcela dos materiais e 1,21% na parcela de mão de obra.

Leia mais »

Posts mais antigos «