Flávio dizia não saber paradeiro de Queiroz, preso hoje na casa de ...
A defesa de Fabrício Queiroz deve apresentar hoje (19) o pedido de habeas corpus  à Justiça do Rio de Janeiro em busca da liberdade do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro.

O principal argumento dos advogados será o estado de saúde de Queiroz, que cuida de um câncer, mas também vai versar sobre aspectos que questionam a necessidade de mantê-lo preso sob o argumento da suposta ameaça às investigações.

Segundo o novo advogado dele, Paulo Emílio Catta Preta, os argumentos para a prisão preventiva de Queiroz são genéricos, “ilações”. Há a expectativa de conseguir, no mínimo, uma prisão domiciliar.

Apesar de pessoas próximas ao policial militar aposentado dizerem que ele poderia fazer delação caso a mulher e as filhas sejam atingidas, a defesa atual dele não trabalha com esse tipo de medida – e descarta, portanto, que ela seja feita no momento.