«

»

jun 14 2016

ACREDITE! OCIDENTAL E MUÇULMANO TÊM CONVIVÊNCIA IMPOSSÍVEL

Vão me chamar de fascista, nazista ou baiano maluco,
mas será fatal um distanciamento organizado
entre o mundo ocidental e os muçulmanos.
É uma questão de sobrevivência.

Não adianta dizer que a maioria dos muçulmanos
é pacifista. Dentro de diversas famílias muçulmanas
pacíficas crescem jovens revoltados com a vida
ocidental, que explodem um dia em violência.

O mundo europeu e americano está demorando
para estabelecer novas regras de sobrevivência.
O Estado Islâmico não é uma facção a ser
derrotada pelas armas. É um grito de guerra
disseminado, sem endereço certo.

O Estado Islâmico é um sentimento, impossível
de se controlar com os meios normais, com as
leis atuais, com a ética atual.

Como receber, de braços abertos, muçulmanos
que rejeitam os nossos hábitos mais tradicionais?
Como conviver com aqueles que condenam
nossas atitudes mais comuns?

Essa discussão, fugindo das pechas de nazista
ou fascista, precisará ser feita logo,
para evitar mortes diárias nas grandes cidades ocidentais.

Penso: qual país abrirá corajosamente
este debate?

Na Rússia, o famigerado Putin já disse que
o muçulmano terá de falar russo e aceitar
os costumes do país.
Mas do falar ao fazer vai uma distância.
Como cumprir isso?

Morrerá muita gente até que os ocidentais tenham
coragem de enfrentar realidade tão dura.
Um dia as coisas mudam. Até lá, buuuuuuuuuuum!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*