«

»

out 18 2013

Mancha do lago Paranoá sob controle

 O Corpo de Bombeiros fez um grande trabalho e conseguiu conter a mancha que apareceu no Lago Paranoá e que despertou repercussão nacional.

Foram usadas barreiras de contenção de 15 metros, feitas de material para reter produto químico, para impedir que mais substância caia no lago.

“Foi colocado um material de contenção e a mancha já está toda na margem”, disse o coordenador de fiscalização ambiental do Distrito Federal, Leider Alves de Oliveira. A mancha chegou a alcançar 3 quilômetros de extensão.

Os bombeiros identificaram um vazamento na galeria de águas pluviais do Iate Clube, no Lago Norte, região central, onde foi montada a barreira de contenção (com a colocação de boias), conforme informações divulgadas na página de notícias do governo do Distrito Federal.

Com a contenção, os bombeiros, a Marinha, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e outras entidades vão avaliar como retirar o material da água e investigar quem são os responsáveis. De acordo com nota do Ibram, foi coletado material para análise de laboratório para identificar a substância presente na mancha.

Algumas possibilidades levantadas são óleo combustível, óleo de caldeira ou manta asfáltica, segundo informações publicadas no site do governo distrital.

Conforme comunicado do Ibram, peixes e outros animais foram retirados da área próxima ao vazamento. O instituto poderá ainda aplicar multas aos responsáveis pelo derramamento e danos ambientais causados.

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*