«

»

fev 13 2018

O crime organizado domina inteiramente o poder desorganizado

HELIO FERNANDES

Esta é uma realidade invencível e assustadora, que atravessa os tempos. Não existe um item que não seja do conhecimento da população.

Pois é a luta diária, entres gangues de drogas e criminosos de todos os crimes. Descem as favelas e apavoram e massacram a cidade de ponta a ponta.

Os traficantes se movimentam, e assumem o comando, para desmoralizar uma autoridade consciente e corajosa, que jogou os bandidos no limiar da prisão e do ostracismo.

Todos sabem, essa autoridade é o Ministro da Justiça. Não usou sinônimos ou subterfúgios. Foi direto nas acusações, atingiu o objetivo: “Os comandantes de batalhões da PM são sócios do crime organizado”. Doeu, atingiu o ponto central.

Foi mais longe, jogou a culpa de tudo na própria PM: “Vagando o comando Geral da PM, não tiveram coragem de nomear um coronel da ativa, nenhum merecia CONFIANÇA, foram buscar um coronel já aposentado”. É sintomático, a primeira vez que isso acontece.

O ministro Torquato não parou. Foi alinhando acusados, não poupou nem o governador Pezão e seu desarvorado secretario de Segurança.

Não colocou na primeira linha do tiro, Rodrigo Maia, mas não ficou intocado. Todos se uniram no combate ao ministro. Como estavam juntos na defesa da mesma herança ou espólio, usaram o chavão: “FALTAM PROVAS”.

Como disse quando comentei o assunto, 24 horas depois da denúncia, “as provas estão a céu aberto”.

Reforçaram essa tolice, com ameaças ao ministro. Foi chamado ao Jaburu, conversou demoradamente com o presidente corrupto, voltou mais “compreensível”. Mas não só ele. O governador Pezão, que disse que processaria o ministro, recuou.

Rodrigo Maia, que ensaiava criticas ao Ministro, numa entrevista, fez uma reviravolta de 360 graus, textual: “Reconheço que as declarações do Ministro estão cheias de verdades. Mas verdades como essas não são para serem publicadas”.

Inacreditável: o presidente da Câmara, com a importância aumentada pela obrigação de substituir o presidente da Republica, defendendo que VERDADES incômodas devem ser enterradas.

Isso com a cidade na mais completa insegurança, resultado assustador, quase pânico, da associação entre os criminosos traficantes e a policia, que devia reprimi-los e combatê-los,ou seja a Policia Militar (PM).

Agora, essa PM começa a se movimentar, não para tranqüilizar, e sim para atemorizar ainda mais a população.

PS- O coronel aposentado, que comanda a PM, demitiu o Corregedor Geral, o cargo mais importante numa corporação policial,para apurar e punir irregularidades.

O novo Corregedor tomou posse e renovou totalmente o órgão. Demitiu cinco majores e um Tenente-Coronel. Não sei interpretar o fato. Mas, seguramente, os demitidos não cumpriram suas obrigações.

PS2- Do ponto de vista pessoal, os coronéis comandantes de batalhões têm se reunido. Acusados diretamente de serem sócios do crime organizado, querem se defender. Perderam tempo e espaço. Quando foram preteridos coletivamente, e substituídos por um colega aposentado, deviam ter protestado.

PS3- Agora a situação se agravou. Acusados diretamente por uma autoridade como o Ministro da Justiça, aceitaram o confronto. Estão ganhando, contra a população indefesa e encurralada

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*