«

»

fev 12 2018

MEU DEUS, DEIXARAM O CLUBE DE IMPRENSA VIRAR UMA RUÍNA, TOMADA PELO MATO

 

Num dia de algumas alegrias, tive uma tristeza hoje. Constatei que o Clube de Imprensa de Brasília, no Setor de Clubes Norte (ao lado do Clube da Aeronáutica), virou imensa ruína,  dominada pelo matagal.

Vi momentos de intensa felicidade neste Clube, nas décadas de 70, 80 e 90. Fui centenas de vezes curtir as piscinas com meus filhos, ainda crianças.

Joguei bola demais no campo grande. Numa das partidas, enfrentando o grande Jairzinho, meu time venceu de 1×0 no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Furacão da Copa deu dois chutes de fora da área e fechou o placar: 2×1. Fomos tomar cerveja com ele no precário bar do Clube.

Deixaram acabar. Tivemos diretorias engajadas politicamente com a esquerda, que afastaram grande parte dos jornalistas antigos. E o Sindicato dos Jornalistas do DF deixou o Clube de Imprensa acabar.

Um crime! Um pecado! Um drama sem solução! Imenso terreno abandonado em área nobre de Brasília. (RENATO RIELLA)

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*