«

»

jun 21 2015

OAS E ODEBRECHT VÃO ENCONTRAR O INFERNO POR AQUI MESMO

 

RENATO RIELLA

Acabei de receber, num sinal luminoso, um folder fantástico, de 30x30cm, anunciando quatro grandes projetos imobiliários no DF.

De repente, me arrepiei: Odebrecht Realizações Imobiliárias. Logo, minha consciência gritou dentro de mim:

—-ODEBRECHT, NÃAAAAAAAO!

Depois, reequilibrado, pensei: como são jogadas no lixo ótimas imagens de empresas que passam a ser repudiadas pela população (a Seleção Brasileira está no mesmo caminho).

Muita gente em Brasília vai rejeitar o folder lindão da Odebrecht, pois a marca virou vilã nacional, na linha de Eike Batista, por exemplo (capa da Veja!).

No início deste ano, antevi o fenômeno nitidamente, numa visita que fiz a Salvador, onde me encontrei com dezenas de parentes e amigos, todos bem situados dentro da comunidade baiana.

A uns e outros, lamentei que a Operação Lava-Jato estivesse atingindo dois ícones do empresariado local, no caso a OAS (que chegou a pedir concordata) e a Odebrecht, que tem hoje o dono do mesmo nome na cadeia, fazendo cocô no buraco do chão, como se diz – entre outras coisitas.

Tomei susto ao ver a reação dos baianos, em frases como:

-Quero que eles se fodam!

-Merecem purgar no inferno!

-Nunca fizeram nada pela Bahia!

-Só sabem roubar!

-Diga no que eles fazem falta aos baianos?

Etc. etc. etc.

Com tanto tambor batendo contra a OAS e a Odebrecht, que realmente não honraram a Bahia, essas duas empresas e seus dirigentes vão encontrar o inferno por aqui mesmo, com lava-jato de fogo em cima deles. Se Deus quiser!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*