«

»

mar 13 2014

Coitada da Liliane! Pode ser cortada do mapa político de brasília

RENATO RIELLA

Há pessoas que a gente conhece, ou que a gente respeita. E há até seres humanos que a gente admira.

Por exemplo, tenho coragem de afirmar que admiro o ex-governador Joaquim Roriz, por tudo o que vi ele fazer. E também pelo modo com que vi se comportar em dois ótimos governos, de 1988 a 1994.

Há também pessoas que, mais do que tudo, a gente gosta. Liliane Roriz é um ser humano que gosto de conhecer e de conviver, desde 1988, quando ainda era quase uma menina. Nunca gostaria de vê-la em graves dificuldades.

Assim, preocupa-me quando vejo Liliane seguir na linha errada do pai, ao aceitar ser lançada numa chapa como vice do inacreditável candidato a governador José Roberto Arruda.

Gostaria que Liliane perguntasse a sua mãe, Dona Weslian Roriz, se esta acredita na mudança de mentalidade do famigerado Arruda.

Duvido que Dona Weslian, com sua visão íntima de guardiã da família, esteja satisfeita com esse acordo pré-eleitoral tão indigesto.

Liliane tem pela frente pelo menos mais 30 anos de carreira política, podendo fazer uma trajetória brilhante. Ela demonstra aptidão para os debates políticos e, se carece de experiência administrativa, por outro lado é jovem e pode aprender muito.

No entanto, vinculando seu futuro a Arruda, a deputada distrital Liliane Roriz estará abrindo mãe do próprio futuro.

Com a perspectiva da condenação da deputada federal Jaqueline Roriz no Supremo Tribunal Federal, por causa da gravação na qual recebe dinheiro de Durval Barbosa, a esperança da família Roriz ser preservada na vida política do DF é a eleição de Liliane Roriz.

Se ela ficar sem mandato, a grife política Roriz será apagada do mapa. Em 2018, já não terá qualquer chance de nada.

Assim, quanta burrice, meu Deus!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. ricardo

    boa tarde renato…sou leitor de seus artigos e percebo sempre que escreve a respeito do ex governador arruda voce desfere os mais variados impropérios . porque tanta raiva no seu coração…sua opinião desfavorável parece-me que soa a algum interesse seu contrariado…poderia destilar suas ofensas ao atual governador/…e não o faz..porque? abraços

    1. Riella

      o atual governador ainda não foi preso…

  2. EDNEWTON VIANA

    É SEU RUELLA, VC FALHOU EM TODAS AS SUAS ANÁLISES (FAJUTAS) POLÍTICAS. AGORA, VC DESTILA A SUA VERBORRAGIA PARA O LADO DA DEPUTADA LILIANE. PARA COM ISSO, A GENTE SÓ ACREDITA É QUE VC GUARDA UMA GRANDE FRUSTRAÇÃO COM RELAÇAO AO ARRUDA, QUE SERÁ O SEU O NOSSO PRÓXIMO GOVERNADOR. XÔ SATANÁS! VAI BOTAR SEU OLHO GORDO LONGE. VC VAI PERDER EM TODAS AS SUAS PREVISÕES.! AFILA TÁ ANDANDO E VC TÁ NO RABO DELA.

  3. Wílon Wander Lopes

    amigo Riella,
    Você deve saber, alguém muito vivenciado em política, tipo Tancredo ou Ulysses, não sei bem, disse que não se faz política com o fígado (que seria, de acordo com ensinamentos orientais, o centro das emoções, onde teria lugar especial a ira). Nem análises, Riella…
    As forças que disputarão as eleições em outubro estão se organizando, sem ligar muito para o que aconteceu, sob pena de perderem por WO. Os direitistas e centristas estão procurando reviver o rorizismo, que sempre foi a maior força, no DF, contra o PT. As pesquisas mostram que outra força cresce – E com as porradas que leva, o arrudismo.
    Um analista política da sua categoria não deve ficar explodindo publicamente de raiva, como está acontecendo aqui. Cuidado com isso, amigo. Roriz e Arruda têm muitos votos, as pesquisas mostram, queira ou não queira você – e é isso que conta no jogo político.
    Como Presidente fundador da Associação Brasileira de Marketing Político, e apaixonado pelo tema, Sempre achei que o que conta na política é emoção – mas nos candidatos e eleitores, Em analista político, emoção é defeito.
    Assim, amigo que tanto admiro, tenha mais cuidado que você tem uma reputação – e amigos, como eu, que não podem deixar que você a perca. Seria mais uma burrice… rsrs
    Seu ódio ao arruda, que você no mínimo chama de famigerado, prejudica sua análise e coloca seus comentários sob suspeita. Pior, fica a dúvida: O que houve entre vocês?
    Deixe que a Justiça e os eleitores decidam, como é da índole do estado democrático de Direito, que construímos com muita dificuldade – e que está funcionando muito bem.
    Graças a Deus temos Agnelo, Arruda, Roriz, Fraga, Izalci, Eliana, Pitiman, Toninho, Rollemberg, reguffe (alguém mais?) disputando o governo e fazendo alianças, como é próprio na democracia que conquistamos. E vamos ter eleições gerais em outubro!
    Já houve tempo que falar em política dava prisão. Eu fui preso só por ter sido Presidente da Federação dos Estudantes da Universidade de Brasília. Honestino, a quem sucedi, está desaparecido até hoje. Naquela época, os governadores vinham de fora, nomeados pela ditadura, Tempos em que se fazia política com o fígado, amigo.
    Contenha-se, Riella. Até porque, como você viu nos outros comentários, explodindo de ira você está é reforçando o seu inimigo. E isso não faz jus à sua inteligência. rsrsrs

  4. Luís Domingos

    Caro Riella, Acredito que a candidatura arruda é só pra unificar o grupo la na frente eles trocam, a chapa provável é; frejat governador liliane vice e gim senador, com o apoio do dem e do psdb seria o palanque do aécio . acho que uma outra chapa forte reuniria. cristovam governador eliana pedrosa vice e reguffe senador com apoio do psb, seria o palanque do eduardo campos. digo mais se formar esses dois campos de disputa o agnelo dificilmente passa para o segundo turno.

    1. Riella

      Tem razão. Mas são meras hipóteses. Estarei de olho

      1. Luis Domingos

        Claro! claro! são conjecturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*