«

»

jun 25 2014

PARQUE TECNOLÓGICO MORREU NA PRAIA – MAS PODE RESSUSCITAR

RENATO RIELLA

O governador Agnelo Queiroz vai entrar no período de campanha eleitoral, nos meses de agosto e setembro, sem poder informar nada de novo sobre o Parque Tecnológico Capital Digital, que não saiu do papel.

O jornal Metro, em reportagem de hoje de Raphael Veleda, faz ótima reportagem mostrando que a área de 120 hectares, perto da Granja do Torto e defronte do Lago Norte, encontra-se abandonada.

No ano passado, a Terracap abriu licitação para escolha do consórcio internacional que iria explorar esse Parque Tecnológico, mas o grupo escolhido, liderado por uma empresa espanhola sem tradição na área, não conseguiu introduzir no Brasil as garantias financeiras necessárias.

Assim, o contrato não foi assinado e a licitação não serviu para nada. Participei intensamente dessas discussões, não só dentro do próprio Governo do DF, como também na Terracap, no Sinfor (o sindicato do setor) e até no Tribunal de Contas do DF.

No final, ficou claro que, se não houver investimento de partida do GDF, de grande porte, não aparecerá nenhuma grande empresa interessada neste Parque. Precisará ser uma negociação nos moldes dos grandes aeroportos, onde os grupos privados viram claramente o retorno que teriam. O projeto da tecnologia brasiliense é vago e não impõe segurança aos investidores.

A ótima matéria do Metro se engana na movimentação financeira do setor de tecnologia do DF, que não corresponde a R$ 6 milhões por ano, mas na verdade atinge a incrível marca dos R$ 6 bilhões.

São 700 empresas locais que, potencialmente, poderão se instalar no Parque Tecnológico Capital Digital. Hoje, no local, já se encontra a poderosa estrutura do datacenter conjunto do Banco do Brasil e CEF, um projeto bilionário, que por si só pode atrair investidores para o espaço.

O mais importante é saber que o Parque Tecnológico tem licença ambiental aprovada pelo Ibama e já mereceu da CEB investimento de R$ 20,9 milhões na infraestrutura de energia elétrica.

Só falta agora vontade política, de verdade, para implantar esse espaço que será decisivo no desenvolvimento econômico do DF.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*